• event2021 fsmjd notas7 pt

last modified May 7 by facilitfsm


Oficina sobre os principios do forum 30/04/2021  

 Justiça e Democracia como principios da sociedade dos movimentos sociais e do propio FSM

Em 2001 o FSM representou um grande passo no processo de articulação de todas as forças políticas antisistêmicas ao neoliberalismo e, por sua dinâmica de autogestão, vivenciou em âmbito global, uma nova concepção de democracia participativa.

Hoje, os desafios planetários são enormes e, mais do que nunca, necessitamos de espaços de articulação, construção de propostas comuns e de incidência coletiva. Por isso, refletir sobre os princípios do FSM, suas virtudes e seus limites é uma tarefa fundamental. Ainda mais para aqueles que querem um outro mundo possível com mais democracia e participação cidadã.

A Oficina objetiva fazer esta reflexão a partir da leitura reflexiva da Carta de Princípios de FSM buscando fortalecer aprendizados e alternativas.

Segue link da live no youtube: https://www.youtube.com/watch?v=bmoKbxWtcpc

Acompanhe! Compartilhe! Comente!  EN - ES - FR - PT

Abong - Clacso - Ibase - Inesc - IPF - Vida Brasil

 PARTE 1  EXPOSICAO DE PRINCIPIOS    Que é 1 2 3 14  -   Que defende 4 10 -  Quem compoem  (5 8 9  12 13)  -  Como funcciona 6 7 11

 PARTE 2  DISCUSSAO  

 PARTE 3 ENCERRAMENTO  

  •  Perguntas orientadoras da oficina
  • Destaques nas intervencoes com numeros @
  •  Contribucoes no chat youtube

 

(Transcripcao proposta pelo Pierre en base ao video)  
Parte1 exposicoes

@001 FRANKLIN

Olá pessoal muito bom dia, boa tarde a todas que nos acompanhe aqui para essa atividade do corpo Social Mundial Justiça democracia muito bom ter você com a gente Obrigado por aqui se juntar com a gente nas próximas horinhas , vai mandando esse link para os amigos vai avisando que a gente está começando nossa conversa agora

 muita gente querida muita gente de luta , muita gente especial a que se juntou para conversar um pouquinho a partir desta Live 

Então avisa e manda o link para as pessoas os amigos pelos grupo do WhatsApp, e a gente está começando agora uma conversa ,Uma Conversa que vai ser aí para a gente pensar se aprofundar em torno das questões relacionadas ao próprio fórum Social Mundial 

e a gente está chamando de oficina “justiça e democracia como o princípio da sociedade, do movimento social, e do próprio Fórum Social Mundial”

Essa atividade ela faz parte do primeira semana de mobilização do fórum Social Mundial justiça e democracia https://fsmjd.org 

Dá tempo ainda para mandar o link para seu amigo, para as pessoas que você acha que deveria fazer parte de sua prosa, dessa conversa

E em 2001, o Fórum Social Mundial representou um grande passo no processo de articulação de todas as forças políticas antisistêmicas ao neoliberalismo, e por sua dinâmica de autogestão vivenciou um ato Global, uma nova concepção de democracia participativa.

 Hoje, os desafios planetários são enormes, e a gente tem sentido, e mais do que nunca necessitamos de espaço de articulação, construção de propostas comuns, e de incidência coletiva

@1 É por isso que refletir sobre os princípios do Fórum Social Mundial, suas virtudes, seus limites, é uma tarefa fundamental, ainda mais para aqueles e aquelas que querem outro mundo possível, com mais democracia e participação Cidadã.

A oficina hoje, nessa oficina que eu disse, que tem bastante gente querida, e bastante gente que vai ser importante, que a gente ouça com mente e com coração, ela faz parte da reflexão a partir leitura da carta de princípios do Fórum Social Mundial e busca fortalecer aprendizados alternativas em torno do bem comum.

Então a gente pensou numa Metodologia , pensou um pouquinho para fazer a nossa conversa, a nossa oficina sobre A carta de princípios do próprio Fórum Social Mundial, 

Foi elaborada em 2001, como eu falei para vocês, y que tem sido a referência para todas as edições mundiais e Regionais e Temática do Fórum Social Mundial nesses 20 anos. 


@2 A gente identificou quatro grandes grupos de informações que estão nessa carta e que na nossa opinião, na opinião de quem faz articulação de quem está fazendo essa oficina organizamos temas do nosso debate aqui, os temas principais de nosso debate.


 O Primeiro : o que que o fórum Social Mundial?(Salete 1 2 3 14 )  o que ele defende?( Sheila  4 10 )  Quem compõe?(José 5 8 9 )  e como funciona? (Mauri 6 7 11)  


E para gente começar mesmo, para a gente pensar ir para a partir dessas quatros itens dos principais temas do nosso debate, a gente vai dividir esse conteúdos, respeitando a ordem como eles aparecem na carta, e nós temos quatro debatedores e debatedoras, 4 pessoas convidadas que vão ler a carta e comentar a partir de questões orientadoras, 

e depois a gente vai ter convidadas outras pessoas convidadas também, que vão contribuir com debates.


(PIERRE) ( no chat) http://openfsm.net/projects/ic-methodology/charter-fsm-wsf-pt  carta de principios e  http://openfsm.net/projects/ic-methodology/charter-fsm-wsf-es-colorized carta de principios coloreada segum 4 aspectos 

 

Então a primeira rodada é uma rodada para apresentar pra gente os princípios da carta 


E uma segunda rodada a perguntas orientadoras Qual é a concepção de Justiça democracia que a carta professa? quem são os sujeitos o Fórum Social Mundial ficaram esses esse sujeito.


 O Fórum Social é espaço? é processo? é ator político? Quais as lacunas,ausências identificadas e como superar-las? 


Para debater com a gente a gente convidou a querida Salete.

Salete, que bom te ter aqui, seja pelo quadradinho. A Salete e diretora do Conselho americano De Ciências Sociais Clacso, e membro do Conselho internacional do fórum Luciano Mundial.

 A gente tem também a Sheila que a diretora do Instituto Paulo Freire o membro do Conselho Internacional e aí vou pedir licença para Sheila porque tinha pensado começar como uma frase de Paulo Freire ; eu fui a Sheila que 


é preciso ter esperança, mas ter esperança do verbo esperançar, porque tem gente que tem Esperança do verbo esperar, e a esperança do verbo esperar não é esperança e espera

 Esperançar é se levantar,Esperançar é ir atrás, esperançar é construir, esperançar é não desistir, esperançar é levar adiante, esperançar é juntar-se com outros e outros para fazer de outro modo

Palavras de nosso querido Paulo Freire,


 e ahi a gente continua na apresentação ahi o amigo querido 

José Moroni diretor do Instituto Dos estudos econômicos INESC, representante da plataforma de movimentos sociais s pela reformas de sistema político o meu parceiro de todas as horas Mauri Cruz e membro da executiva de Abong é do conselho do fórum Social Mundial. 

Abrir agora apresentação de vocês por esta ordem e aí depois a gente apresenta as outras pessoas aqui mas você falar aqui no chat Já são curiosos para saber quem são as outras pessoas , ou tem gente querida. 

Vou começar pela ordem então pode ser? 

A gente começa a partir das questões orientadoras. Salete vamos lá


@002 SALETE boa tarde a todos e todas? vou iniciar um pouquinho pelo preâmbulo da carta do princípio antes de entrar na primeira questão “que é o Fórum Social Mundial?” 


A carta de princípios no seu preâmbulo, ela nos traz que 


O Comitê de entidades brasileiras que idealizou e orga

nizou o primeiro Fórum Social Mundial, realizado em Porto Alegre de 25 a 30 de janeiro de 2001, considera necessário e legítimo, após avaliar os resultados desse Fórum e as expectativas que criou, estabelecer uma Carta de Princípios que oriente a continuidade dessa iniciativa. 

Os Princípios contidos na Carta, a ser respeitada por tod@s que queiram participar desse processo e organizar novas edições do Fórum Social Mundial, consolidam as decisões que presidiram a realização do Fórum de Porto Alegre e asseguraram seu êxito, e ampliam seu alcance, definindo orientações que decorrem da lógica dessas decisões.


Eu queria só fazer um comentário aqui que o processo de construção do Fórum Social Mundial iniciou em 2000 fortemente, em 2000 juntou muitas organizações movimentos sociais, redes no Campo da cultura, da educação, da saúde, juntou todos os campos e ele foi um digamos encontro surpreendente que aconteceu em Porto Alegre naquele momento de 25 a 30 de janeiro de 2001, e justamente sorprendente nao so da chegada das pessoas que participaram fisicamente em Porto Alegre, mas também do número que se envolveu de organizações, de entidade, redes e movimentos, Independentes de estarem em Porto Alegre que naquele momento momento vivia um tempo político de gestão de estado, de gestão do município, que era muito importante, e com muitas alternativas na sociedade brasileira que entendeu-se poderia ser na sociedade Mundial.

Então nesse sentido, com toda essa ação surpreendente que foi 2000 e 2001,, a carta de princípios que nós estamos dialogando hoje e em quatros grandes itens, por isso mesmo eles não estão colocados na carta do princípio um após do outro, porque não foi assim que ela foi organizado, mais para que possamos conversar com vocês, foi feito uma organização ( dos princípios). 

Então minha primeira parte Da organização é passar para você o que é o Fórum Social Mundial 

Então dentro da carta de princípios nos encontramos essa resposta no ponto 1 quando diz: 


1. O Fórum Social Mundial é um espaço aberto de encontro para o aprofundamento da reflexão, o debate democrático de idéias, a formulação de propostas, a troca livre de experiências e a articulação para ações eficazes, de entidades e movimentos da sociedade civil que se opõem ao neoliberalismo e ao domínio do mundo pelo capital e por qualquer forma de imperialismo, e estão empenhadas na construção de uma sociedade planetária orientada a uma relação fecunda entre os seres humanos e destes com a Terra.



Quando a pergunta nos vem Fórum Social Mundial espaço aberto por isso pode participar qualquer um que pensa qualquer coisa? Não.


Está explícito aí: Quem pode fazer parte desse espaço aberto ,porém com princípios muito bem definidos de participação.

PIERRE (no chat) 

A carta  mediante artigos 1 4 8 9 10  em particular ubica ideologicamente o espaço do fórum, descrevendo / prescrevendo as valores metas ações genéricas de seus participantes 

9. O Fórum Social Mundial será sempre um espaço aberto ao pluralismo e à diversidade de engajamentos e atuações das entidades e movimentos que dele decidam participar, bem como à diversidade de gênero, etnias, culturas, gerações e capacidades físicas, desde que respeitem esta Carta de Princípios. Não deverão participar do Fórum representações partidárias nem organizações militares. Poderão ser convidados a participar, em caráter pessoal, governantes e parlamentares que assumam os compromissos desta Carta.


 o segundo princípio do que o Fórum Social Mundial


2. O Fórum Social Mundial de Porto Alegre foi um evento localizado no tempo e no espaço. A partir de agora, (de 2001) na certeza proclamada em Porto Alegre de que "um outro mundo é possível", ele se torna um processo permanente de busca e construção de alternativas, que não se reduz aos eventos em que se apóie.

 

Foi um dos princípios que o Fórum Social Mundial hoje já tem um caminho muito grande do qual ele trilhou, não somente por conta desse processo, dos seus encontros mundiais, mas também porque ele se tornou um processo que tem o seus encontros o seus evento,s su organização local, nacional, regional, e mundial e todos os continentes.

 

ver aqui um censo de eventos desde 2012 http://openfsm.net/projects/wsf2012-support 

 

Um Terceiro ponto é que

 

3. O Fórum Social Mundial é um processo de caráter mundial ( como seu próprio nome diz) . Todos os encontros que se realizam como parte desse processo têm dimensão internacional..

 

Acrescento aqui , Justamente pelo comentário que eu fiz no ponto anterior, de que, mesmo processo que são locais, eles têm a dimensão internacional. Porque qualquer movimento, qualquer organização, qualquer rede que queira participar da sua organização, desde que estejam de acordo com o princípio primeiro, tem condição de estar participando e encontrará um espaço aberto para isso.

 

Outro ponto do que o Fórum Social Mundial nos encontramos no ponto 14 da carta de princípios e nos diz o seguinte:

 

14. O Fórum Social Mundial é um processo que estimula as entidades e movimentos que dele participam a situar suas ações, do nível local ao nacional e buscando uma participação ativa nas instâncias internacionais, como questões de cidadania planetária, introduzindo na agenda global as práticas transformadoras que estejam experimentando na construção de um mundo novo solidário.

 

Nós temos aqui, a partir do início da construção do Fórum Social mundial de 2001 só para exemplo, nós temos diversas uma gama muito grande e aconteceram desde então, de fóruns sociais mundiais temáticos, como da educação, da economia solidária, da Saúde, da migração entre outros tantos. Em porto alegre se realiza nesses últimos anos alguns anos já, o Fórum Social Mundial das resistências , que também o Fórum Social temático muito importante, que fortaleça e mantém viva toda essas propostas do Fórum Social Mundial

E estamos neste momento a questão do Fórum da pan amazônia , fórum panamazônico, e também o fórum temático que é o fórum Social Mundial justiça e democracia, que mais para frente alguém poderia estar abordando sobre ele.

Quero reafirmar que @1 todos esses princípios eles são todos colocados em prática nas edições do processo mundial do fórum, quero registrar que os primeiros três encontros 2001 2002 e 2003 aconteceram em Porto Alegre, foram fundamentais para o fortalecimento desse processo, para a possibilidade de experimentação de práticas alternativas, que inclusive no Brasil, muitas se transformaram em políticas públicas locais, estaduais, ou federais, quero registrar que foi fundamental a nossa participação Brasileira mais em especial a decisão do próprio conselho internacional do Fórum Social Mundial de estar em 2004 com Sua edição na Índia, já foi um marco, 

O retorno em 2005 possibilitou que nós pudéssemos trabalhar na metodologia diferente depois do desafio que encontramos na Índia, fundamental no campo da cultura em especial , no campo das relações, no campo da descoberta de que o mundo realmente é muito diverso, e precisa sim ser outro, mais justo solidário, e após isso, estivemos na Índia, (  também 2006  Bamako-Mali  Caracas -Venezuela Karachi -Paquistão  2007  Nairobi-Quênia  2008 semana global de ação). 

Estivemos na Amazônia em 2009, fundamental com a participação indígena, com a questão da floresta, das águas, dos povos tradicionais, dos povos ribeirinhos, quilombolas, indígenas, (tambem 2011 Dakar-Senegal) , estivemos na Tunísia, estivemos no Canadá. Vamos para Bahia, essa ponte África Bahia que é fundamental nos traz a possibilidade de diversas questões, e agora estamos com processo rumo a México

 Quis fazer uma abordagem mais geral, porque eu sei que cada uma que virá depois de mim vai estar tratando dos temas com mais profundidade e mais propriedade. 

Obrigada a todos e todas estamos aqui juntas e juntos.

 

@003 FRANKLIN Maravilha o destaque aqui o seu nome de amarelo; Salete e diretora do Conselho latino-americano de ciências sociais, CLACSO se membro de conselho internacional de fórum Social Mundial , além de ser uma querida parceria é aliada todas as causas, de todos os movimentos.

Obrigado para quem tá chegando agora a gente está fazendo uma oficina justiça e democracia com os princípios a sociedade os movimentos sociais do próprio Fórum Social Mundial e você pode mandar seus comentários do ladinho do chat do YouTube no Facebook e no final A gente vai considerar algumas questões para a gente também para fazer parte do nosso debate.

Mas agora vamos ouvir a Sheila, querida diretora do Instituto Paulo Freire e membro do Conselho Internacional. Boa tarde, seja bem vinda. 

 

@004 SHEILA Obrigada Franklin boa tarde a todos todes, e bem. Antes de falar sobre o quê o forum social mundial defende, eu acho @1importante a gente recuperar o que fez com que ele existisse. A Salete falou do acção mais forte a partir de 2000, para viabilizar a primeira edição em 2001, mais gostaria de puxar um pouquinho atraz e enxergar 1999, que foi um período marcado por muitas manifestações da antiglobalização e pelo enfrentamento popular aos acordos pretendidos pela OMC. 

E ahi é importante a gente voltar um pouquinho no pensar a conferência de Seattle Aconteceu em 99 mais de 50.000 pessoas saíram às ruas de Seattle em repúdio a uma reunião da OMC em alguns lugares quando você pesquisa, você pode achar até 100.000 Mas é 50 a 100 mil pessoas é muita gente E lá estiveram unidos ecologistas anarquistas trabalhadores sindicalizados, estudantes, pacifistas humanista e é bacana destacar que as motivações e perspectivas de cada um desses grupos eram diferentes.

Por exemplo, o membros de ongs humanistas, eles se contrapõe ao encontro com uma forma de protestar contra o avanço das políticas neoliberais, que consideraram ameaça aos Direitos Humanos, as políticas de saúde, educação, direitos políticos, de repartição de renda, especialmente nos países mais pobres.

Os ambientalistas eles se manifestavam com o objetivo de barrar as negociações da OMC Manda uma atenção para degradação ambiental, que erá provocada já naquela época por políticas desenvolvimentista , os sindicalistas viram naquela oportunidade um momento a luta já conversava naquele momento a luta pela manutenção dos direitos trabalhistas que viam ameaçados. 

Para vários grupos de anarquistas, a reunião foi uma oportunidade de demonstrar o repúdio ao capitalismo global tanto pelas questões sociais como pelas questões ambientais. Foi neste ambiente que nasceu o Fórum Social Mundial aqui que ele começou a brotar . Primeira edição em janeiro de 2001 buscou fazer frente à tomada de decisões Descobrir os rumos da humanidade que vinham sendo discutidos em Davos na Suíça pela cúpula do fórum econômico Mundial. 

E pensando no papel do fórum, no que ele defende, começa por olhar esse momento de 1999 o Fórum Social Mundial ele se contrapõe a descrença, a sociedade civil unida, ela se fortalece é possível acreditar nessa força, quando estamos unidos. 

O Fórum Social Mundial se contrapondo ao fatalismo neoliberal, essa coisa de “não tem jeito, vamos tocando a vida, na o mundo sim pode ser o outro”, então esse fatalismo neoliberal é uma coisa muito forte no papel do Fórum Social Mundial. 

E se contrapõe ao pensamento único para todos os processos em Todos os encontros a democracia em uma coisa inegociáveis no contexto do Fórum Social Mundial eu direi que está no DNA do fórum social mundial ser um fórum de resistência contra hegemônico Alter mundial Eu ponho aos efecto das globalização Econômica. 

E aí se olharmos a carta de princípios aqui vem o Fórum Social Mundial que defende 

Vou destacar os princípios 4 e 10, que são dois princípios que trazem um pouco do que o Fórum Social Mundial defende. 

 23mn 

O Princípio 4 está escrito assim

4. As alternativas propostas no Fórum Social Mundial contrapõem-se a um processo de globalização comandado pelas grandes corporações multinacionais e pelos governos e instituições internacionais a serviço de seus interesses, com a cumplicidade de governos nacionais. Elas visam fazer prevalecer, como uma nova etapa da história do mundo, uma globalização solidária que respeite os direitos humanos universais, bem como os de tod@s @s cidadãos e cidadãs em todas as nações e o meio ambiente, apoiada em sistemas e instituições internacionais democráticos a serviço da justiça social, da igualdade e da soberania dos povos.

 

depois princípio 10 

 

10. O Fórum Social Mundial se opõe a toda visão totalitária e reducionista da economia, do desenvolvimento e da história e ao uso da violência como meio de controle social pelo Estado. Propugna pelo respeito aos Direitos Humanos, pela prática de uma democracia verdadeira, participativa, por relações igualitárias, solidárias e pacíficas entre pessoas, etnias, gêneros e povos, condenando todas as formas de dominação assim como a sujeição de um ser humano pelo outro.

 

PIERRE (no chat)   observação : o artigo 10 e o artigo 7 parcialmente sao os unicos da carta de princípios no qual SINTAXICAMENTE o fsm pode ser interpretado como um ator o forum se opõe , o forum e propugna " ,   “ o foro se compromete” , mentiras que nos outros artigos e claramente apresentado como um espaço "onde" atores se articulam e atuam

 

Bom, o Fórum Social Mundial tem mobilizado diferentes lutas e utopias , em torno de novos projetos de sociedade e de propostas alternativas. 

Se nós podemos olhar ao longo da história do fórum, acho que a Salete traz um pouco disso, eu destaquei aqui algumas afirmações que nós podemos fazer a respeito das ações do fórum, do que ele defendeu ao longo de sua história.

É possível a gente afirmar que, durante esse processo de 20 anos, o foro Social Mundial valorizou outras paradigmas de desenvolvimento, para além do crescimento econômico a exemplo do Bem Viver bido pela população indígena andinas, amazônicas em contraponto ao viver melhor da ideologia capitalista. 

Sim, é possível em todas as edições do fórum quem participou das edições do fórum; acho que consegue visualizar isso, a valorização de outras formas de sociedade, de outros modelos de sociedade. 

Durante esse processo de 20 anos, é possível afirmar que o Fórum Social Mundial valorizou o outras forma de Economia da economia solidária a economia dos cuidados dos movimentos feministas.

É possível dizer que o forno Mundial procurou pautar na agenda Mundial o aumento das desigualdades produzidas pela financeirização da economia.

acho também que o fórum tem cumprido um papel ahi procurou fortalecer o papel da sociedade civil na política, inspirado uma cultura de participação nas agendas institucionais nacionais e internacionais.

E por último o que que destaquei aqui e que o fórum sim procurou fortalecer articulações nacionais e Internacionais relacionadas a políticas públicas em sintonia com seus princípios 

Então pensando o quê eu fórum defende, acho que trazer um pouco do Esse no início né onde brota em1999, pensar no que foi colocado explicitamente na sua carta de princípios, e olhar um pouco para esse percurso de esses 20 anos, do que o fórum fez , responde um pouco a pergunta o que eu fórum defende.

Mas eu queria aproveitar para deixar algumas questões aqui já olhando fazendo essa exercício de recolher esses dados para recolher para vocês, inevitavelmente vem umas perguntas.

@2 Ao longo desses 20 anos o fórum tem dado conta desses enfrentamentos, dessas lutas? As lutas que Ele defende tá muito claro tá muito explícito. Agora será que a gente tem dado conta , a gente ou xxxx Fórum Social mundial , ele tem marcado posição local ou internacionalmente em defesa do que preconiza a carta ? Ele tem dado conta disso enquanto Fórum Social Mundial condenado as diferentes formas de dominação , isso está claro em na sua essência?

 Será que realizar edições a cada dois anos dá conta de contribuir efetivamente para o que o foro se propõe. Então acho que, trazendo aí um pouco de uma reflexão sobre o que ele defende que é explícito, inegável, mas que também algumas perguntas. 

Eu entendo que o Fórum Social Mundial como espaço de encontro e uma espacio de encontro de visibilização e de articulação mas não só isso. o fórum como espaço eu vejo o fórum como espaço permanente de luta , processual, e não tenho dúvida que faz o fórum forte é seu potencial de incidência política, isso e meu ver é a essência do fórum.

Entendo que ele comprou um papel importantíssimo até aqui , mas que pode sim e deve melhorar, tem muito ainda para melhorar gente, acho que esse tipo de diálogo, esse tipo de discussão , e vários grupos que tem pensado dentro e fora do Conselho internacional de acho que tudo é muito positivo porque tem muito para melhorar. E isso gente. 

 

@005 FRANKLIN obrigado muito bom ouvir Sheila, estar com vc nesse caminho Laboriosidade com seu afeto ; obrigado pela sua fala,e para dar sequência a gente tem mais pessoas, meu querido amigo e parceiro 

José Moroni é diretor do Instituto de estúdio sócio-econômico do imesc representante da plataforma dos movimentos sociais pela reforma do sistema político saudade de você querido seja muito bem-vindos na nossa oficina viu

 

@006 32mn JOSE obrigado Franklin Boa tarde a todas conversar sobre o Fórum Social Mundial e nos últimos anos canalizou muito as nossas energias as nossas sonhos nossas inquietações 

Na divisão da que a gente fez eu fiquei apresentar questão  de quem compõe o Fórum Social né e um pouco na linha da Salete e da Sheila acho que foro Social Mundial ele se dá no momento onde ele foi nesse sentido o espaço onde canalizou vários sonhos e vários utopias. 

Então um pouco da canalização de vários sonhos, várias utopia, em momento também que a sociedade civil estava muito atenta, assim no sentido da necessidade de pensar outras formas de globalização, de pensar outras formas de enXergar o mundo, nao so em relação ao Europa, mas a questão do Sul, a questao do Norte, teve todo momento a conjuntura mundial da guerra do Iraque em 2003. 

Então essa conjuntura toda também, que foi colocada pela Sheila e pela Salete, que levou acho que um Fórum Social fosse esse espaço de canalização de esses sonhos e utopias

Então a primeira questão Quem compõem o fórum? Eu acho que e quem comunga desses sonhos dessas utopias, independente dos caminhos que cada u m tem para concretizar seus sonhos e utopias , tão compõem o fórum, estando de acordo com aquela carta de príncipe com os Princípios que foram mencionado antes.

Então por isso que o fórum, ele é, desde o início, um espaço de articulação da sociedade civil de todos os países do mundo, mas ao mesmo tempo ele não se pretende ser uma instância representativa da sociedade civil.

O Fórum nunca se disse que era a representação da sociedade civil planetária Mondial

 

PIERRE (no chat) 

5. O Fórum Social Mundial reúne e articula somente entidades e movimentos da sociedade civil de todos os países do mundo, mas não pretende ser uma instância representativa da sociedade civil mundial.

8. O Fórum Social Mundial é um espaço plural e diversificado, não confessional, não governamental e não partidário, que articula de forma descentralizada, em rede, entidades e movimentos engajados em ações concretas, do nível local ao internacional, pela construção de um outro mundo.

 

Eu acho isso uma coisa interessante, e que não pode perder de vista isso, porque? Porque @1 a partir do momento que o fórum se assumir como uma instância representativa, vai se começar a criar pensar em termos de hierarquias para esta representação, o que eu acho muito problemático, muito problemático.

Nós como que isso dá a gente a preocupação de não jerarquizar os diversos sujeitos que estão presentes atuando no fórum, como que faz com que o fórum tenha uma voz política?. Porque eu partilho da ideia que o fórum social, ele tem que ter uma voz política, e permanente, e permanente..

@2 Então, como tu faz isso, sem trabalhar essa dimensão da representação? Eu acho que nós temos que conseguir fazer isso, acho que não podemos cair dentro do fórum nessa questão de ter instâncias que representam o fórum, porque isso vai hierarquizando, e a gente sabe também que nas lutas e no reconhecimento dos diferentes sujeitos políticos, se tem também uma hierarquia né? 

Então ao mesmo tempo que importante ele não ser espaço de representatividade, que representa a sociedade civil mundial , mas não representando, não se colocando nesse lugar de representar a sociedade civil, como é possível que o Fórum Social Mundial ele seja, tenha um posicionamento político no mundo? 

O outro aspecto também é que o fórum? Quem compõem o fórum, é um espaço muito plural e diversificado né? Mas não é confessional, não é governamental e não partidário, e que articula de forma descentralizada todos os movimentos de organizações da sociedade civil vários níveis local, regional, nacional, internacional é de cetera 

 

 

e ahi que as pessoas perguntavam tá mais o fórum espaço não confessional, quer dizer não das igrejas, mais tem várias atividades das igrejas dentro do fórum, se tem várias atividades das igrejas dentro do fórum, inclusive también tinha atividade dentro do fórum também dos partidos políticos

Justamente essa dimensão do fórum plural , mas quem é o sujeito da construção, e quem é reconhecido como sujeito da construção do fórum, não são as igrejas, não são os partidos E não são os governos.

Com isso também está sinalizando onde nós entendemos, o que que nós entendemos que seja os sujeitos políticos desta sociedade que nós queremos construir, dentro desses princípios do fórum social né?

Então a questão do sujeitos que está presente e o fórum reconhece como seus construtores na verdade também são sujeitos políticos que o fórum deseja e deve construir como sujeitos da construção da nova sociedade, não és só uma dimensão do fórum social sujeitos do forum nao, @3 sujeitos que o fórum reconhece como sujeitos de transformação 

 

PIERRE (no chat)  https://join.wsf2021.net/actions-calendar  aqui nesse calendario  no forum social virtual 2021 podem se ver as acções das articulações ativas no fórum quem são sujeitos de transformação reconhecido no fórum  


PIERRE( no chat) 

12. O Fórum Social Mundial, como espaço de troca de experiências, estimula o conhecimento e o reconhecimento mútuo das entidades e movimentos que dele participam, valorizando seu intercâmbio, especialmente o que a sociedade está construindo para centrar a atividade econômica e a ação política no atendimento das necessidades do ser humano e no respeito à natureza, no presente e para as futuras gerações.

 

13. O Fórum Social Mundial, como espaço de articulação, procura fortalecer e criar novas articulações nacionais e internacionais entre entidades e movimentos da sociedade, que aumentem, tanto na esfera da vida pública como da vida privada, a capacidade de resistência social não violenta ao processo de desumanização que o mundo está vivendo e à violência usada pelo Estado, e reforcem as iniciativas humanizadoras em curso pela ação desses movimentos e entidades.



Então, acho outro aspecto, um outro aspecto que está na carta de princípios aparece de várias né? não com um nível de elaboração que a gente tem hoje, essa carta já tem basicamente duas décadas né? A carta de princípios do fórum, então hoje teria bem outras formulações, mas pensando, eu como alguém já quase ancião nessa vida aí né, para aquele momento, em vários momentos da carta, você fala da questão da terra, você fala da questão ecológica, está colocando nesse lugar da carta e dos sujeitos de construção desse projeto político,também os direitos da terra.

Eu falo senão que isso não está bem no está escrito aliá não tá dito ali, porque naquele momento, veinte anos atrás a gente não tinha essa formulação, mas o germe dessa formulação já está li , quando ele coloca do mesmo nível a questão dos seres humanos e da terra, 

PIERRE (no chat)   final de  artigo 1 da carta / “empenhadas na construção de uma sociedade planetária orientada a uma relação fecunda entre os seres humanos e destes com a Terra”.

Eu acho que assim esse jeito de  @4 reconhecer também a terra como sujeito de direito e também como fundamental na construção na nova sociedade dessas utopias é uma grande contribuição do fórum. 

Não está tão explícito mas tu vê que está o germe dessa formulação, que acho fundamental. 

A questão que ha colocado o mabel , se fórum e espaço o processo o ator político, eu não quero, e nao so esse de vista, não sou em cima do muro, mais eu acho que o fórum é estas três coisas sabe? eu acho que o fórum é essas três coisas , é a síntese política do fórum, e se essas três coisas, es entender Quanto espaço que aglutina todo mundo, que concorda com aqueles princípios, mas que tem projetos políticos às vezes diferentes, que têm estratégias diferentes, mas que é o espaço para isso, para essa pluralidade mesmo também é um processo permanente.

@5 Como processo permanente, está em constante transformação e constante, vamos dizer assim, reformulação. Também não dá para ficar só nisso. porque percebo que às vezes, questão de entender o fórum só como processo, eu acho que ela perde a dimensão política, entendeu , que é se tornar um sujeito político, um sujeito político, mas um sujeito político, volto no no início da fala , que não é questão de representação, que não se coloca nesse lugar de representação da sociedade civil mundial.

Então para mim o fórum é a síntese política de ser um espaço plural aberto e amplo, com Estás concepções políticas diferentes, mais e esse espaço no qual essa sociedade civil que quer construir um outro mundo e a sintesis de outro mundo possível e sensacional , esse espaço no processo uma coisa permanente do processo,@6 entendimento do processo ser uma coisa permanente, quer dizer que as nossas síntese políticas, ela se dá na luta política social cotidiana, também isso que ser processo , a síntese política, ela se dá na luta cotidiana, por isso que não é evento, por isso que na de ser só evento.

Tambem a dimensão do processo e esse que nao se da nessa luta política, a sínteses estamos vivendo dá pandemia o que que a gente vai se isso,e tá se dando nesta luta que nos estamos fazendo contra governo genocídio. 

também é uma dimensão do processo né e ser sujeito político na sociedade acho que fórum tem que ser, tem que ser. 

Mais com todos os cuidados para não se hierarquizar com todos os cuidados possíveis para quem não se hierarquizam lutas e sujeito e achar que a luta da contradição capital trabalho e a fundamental e a luta pelos direitos da Comunidade das pessoas LGBT que é mas para depois, não pode ter essa dimensão de hierarquia, quando falo hierarquia e isso.

43mn

Então quando você pensa o fórum como Sujeito político, acho que o fórum não é isso ainda se é para caminhar com isso, @7 nos temos que pensar outros referenciais políticos, referência que a gente tem, precisamente no mundo da representação política da democracia representativa, nos temos capacidade de pensar o Fórum Social Mundial como um sujeito político, mas não como a questão da representação. 

é um grande desafio e essa é a contribuição que fórum pode dar inclusive para o sistema política que nós temos mundiais que só serve ao capital e a opressão e os desmando para a terra obrigado. 

PIERRE   dizer que o fórum é ao mesmo tempo espaço processo e ator cria a meu ver uma confusão que distorsiona o imaginário e a maneira de pensar sobre o forum. A carta apresenta fundamentalmente o fórum como espaço ( princípio 1)  onde se pode implementar um processo de articulações de diálogo, para refletir o para atuar, é  a carta coloca claramente os participantes como os atores do processo, e aparte a redacção de princípio 10 cuida de apresentar o fórum como um lugar. O fórum aparece ator só como resultante das ações de seus diversos participantes. Considerar que tudo e feito por participantes o facilitadores e uma autodisciplina realista que estimula criatividade na maneira de implementar o forum, e evita illusoes o captaçoes em relaçao a imagem do “forum ator” que vem influenciar o imaginario dos participantes - ver aqui sobre isso http://openfsm.net/projects/dibco1/dibco1-2020-discusionfsm-input46-es  e  http://openfsm.net/projects/dibco1/dibco1-2020-discusionfsm-input22-es  



@007 44mn FRANKLIN Obrigado querido Moroni o Moroni diretor do Instituto INESC, também representante da plataforma das movimentos sociais pela reforma do sistema político obrigado querido sempre bom contar com você,mesmo que virtualmente, saudade de você, de seu abraço ali, de passar vamos estar juntos novamente.

Turma temos agora também para contribuir para a gente nesse desvelar aqui do Fórum Social Mundial da carta de princípios. 

Mauri Cruz que e membro da diretoria executiva da ABONG e do Conselho internacional do Social Mundial e também parceiro de todas as horas Mauri Boa tarde 


@008 MAURI Boa tarde fran, a todos e todas, aqui Bom Ficar por último aqui nessa primeira rodada, porque o debate esquenta, e eu acho que estamos sendo muito feliz 

Essa nossa oficina metodologia, que a gente está conseguindo trazer as questões centrais.

Eu pedi para ti par te me ajudar e botar os itens dos princípios das cartas 6 7 11 eu vou ler os príncipe e depois vou dar uma comentário minha tarefa aqui de reflexão e como funciona o fórum? como é que ele funciona, como é a dinâmica do fórum esse sujeito esse ator e processo esse espaço que muito bem Salete Sheila E agora Moroni trouxeram né? Então a carta de princípio, e talvez seja um dos temas mais debatidos ao longo desses 20 anos, ela diz o seguinte:


6. Os encontros do Fórum Social Mundial não têm caráter deliberativo enquanto Fórum Social Mundial. Ninguém estará, portanto autorizado a exprimir, em nome do Fórum, em qualquer de suas edições, posições que pretenderiam ser de tod@s @s seus/suas participantes. @s participantes não devem ser chamad@s a tomar decisões, por voto ou aclamação, enquanto conjunto de participantes do Fórum, sobre declarações ou propostas de ação que @s engajem a tod@s ou à sua maioria e que se proponham a ser tomadas de posição do Fórum enquanto Fórum. Ele não se constitui portanto em instancia de poder, a ser disputado pelos participantes de seus encontros, nem pretende se constituir em única alternativa de articulação e ação das entidades e movimentos que dele participem


7. Deve ser, no entanto, assegurada, a entidades ou conjuntos de entidades que participem dos encontros do Fórum, a liberdade de deliberar, durante os mesmos, sobre declarações e ações que decidam desenvolver, isoladamente ou de forma articulada com outros participantes. O Fórum Social Mundial se compromete a difundir amplamente essas decisões, pelos meios ao seu alcance, sem direcionamentos, hierarquizações, censuras e restrições, mas como deliberações das entidades ou conjuntos de entidades que as tenham assumido.


PIERRE (no chat)  artigo 7 de fato sao os facilitadores do forum que fazem isso, nao "o forum”


 https://join.wsf2021.net/actions-calendar  aqui nesse calendario  no forum social virtual 2021 pode se ver as acções das articulações autoorganizadas ativas no forum quem são os sujeitos de transformação reconhecido no forum 


É o décimo princípio que dialoga funcionaremos né.


11. O Fórum Social Mundial, como espaço de debates, é um movimento de idéias que estimula a reflexão, e a disseminação transparente dos resultados dessa reflexão, sobre os mecanismos e instrumentos da dominação do capital, sobre os meios e ações de resistência e superação dessa dominação, sobre as alternativas propostas para resolver os problemas de exclusão e desigualdade social que o processo de globalização capitalista, com suas dimensões racistas, sexistas e destruidoras do meio ambiente está criando, internacionalmente e no interior dos países.


48mn 

Eu acho sim que essa questão, Eu acho que o moroni foi muito feliz, agora na problematização ele traz, porque esse elemento ,esse debate é um elemento que nasceu com o fórum, o fórum é só no Espaço , o forum e só processo , o fórum é só um sujeito, um ator uma incidência , um sujeito de incidência política no espaço, eu acho que é muito feliz fOi Moroni ao dizer que @1 não se enxerga contradição no forum ser , ter as 3 dimensões que se complementam.

Eu acho que essa visão essa dimensão, essa lógica horizontal é autogestionada, que o Fórum defendeu, é propos é prática, porque estamos falando duma carta de princípios que orientou veinte anos, dezenas centenas de Processos do fórum Social Mundial, nos tivermos 13 foruns sociais mundiais presenciais, tivemos agora o 14º que foi um forum Social Mundial virtual,e Tivemos centenas de de fóruns temáticos , de foruns regionais 

Eu acho que uma questão Fundamental que essa carta trouxe, que o fórum trouxe e o princípio de cada participante do fórum, cada pessoa que participa de um processo político tem autonomia para realizar suas discussões , as suas pautas, articular suas decisões, sem interferência de uma coordenação do fórum, de um comando do fórum, ninguém tem direito no processo do fórum, a dar- limites e determinação, que não aquelas da carta de princípios Da própria carta de princípios, que estabelece como diz a Salete, o parâmetro.

O fórum ano e o espaço o processo de posicionamento político, de toda e qualquer opinião ele tem lado ele tem opinião sobre o que acontece na humanidade.

Dessa forma ao fórum também contribui para superar o ajudar a @2 superar uma prática de hegemonismo político etá característica na esquerda Mundial , a ideia como diz o Moroni  e de forma muito eles também como se existisse hierarquias entre movimentos sociais, existisse entre as causas você primeiro vieram as causas economia quais as causas identitárias como se pudesse hierarquizar as orações de direitos humanos e fórum na forma como ele se propôs e ele funcionou e tem funcionado até hoje né, Rota todos e todas com igualdade de valores e importância porque todas e todos liberdades autonomia para organizar suas pauta seus movimentos seus organizações sua dinâmica


Também eu acho que foi já bem colocado pelo Moroni, pela Salete, e pela Sheila, o fórum a sua visão de horizontalidade, ela trabalha no reconhecimento da nossa diversidade, e da diversidade de protagonismo, não existe no fórum uma ideia de que atividade promovida pela entidade X tem mais valor importância que atividade B. A gente tem classificado Cruzeiro Mas eles nos limites financeiros, tu não consegue botar traduções em todas as salas, e ahi tu tem que fazer um debate no GT metodologia do fórum, e garantir que cada organização atividade tenha pelo menos duas horas Máquina, não é ah nós vamos deixar a sala com tradução para tais entidade, que são as mais importantes do fórum. isso não existe. 

Claro Existe todo um debate, uma discussão, os espaço na feira de economia solidária a os espaços nas atividades, @3 a forma como se organiza o programa, a forma como -se organizam assembleias temáticas, o seja se trabalha para que todas as pessoas que reivindicam um lugar de voz, parte do seu lugar de fala,a partir desse movimento social a na sua causa, tem espaço para isso, isso tem sido garantido, acho que é uma grande riqueza. 


E por isso forum incorporo na luta política anti sistêmica anticapitalista, um conjunto muito grande de movimentos e organizações sociais, que se enxergam na luta anticapitalista e quem, pela menos na minha opinião,@4 antes do processo do fórum social mundial , pelo menos Globalmente, não se enxergavam como parte desse processo, eu acho quando a gente participar de um fórum social mundial, a gente enxerga isso né, a cultura como se vendo anti Sistema anti capitalista, articulada com a luta do movimento sindical ,articulados com a luta indígenas quilombola, a luta de combate à fome,não vou aqui sentar 10 minutos, e acho para finalizar esses pontos positivos, que o fórum conseguiu, conseguir construir os posicionamentos coletivos. 

A carta expressa isso, @5 a carta expressa posicionamentos coletivos, como é uma visão de globalização solidária, come é uma visão com outra avaliação de Direitos Humanos, então existem pautas e temas , que nós como organizações e movimentos sociais, como sujeitos de direito, expressamos e acordamos, 

Então o fórum ele conseguiu, e no nosso entendimento , no meu meio entendimento, ele ainda consegue, construir o que diz Moroni muito bem , um sujeito de posicionamento político, porque se não deixaria de ter sentido e 


PIERRE (no chat) A carta  mediante artigos 1 4 8 9 10  em particular ubica ideologicamente o espaço do fórum, descrevendo / prescrevendo as valores metas ações genéricas de seus participantes


E isso em não quer dizer, como disse muito bem o Moroni, construir uma hierarquia, construir uma organização, com coordenação, com comando, e isso significa sim apostar nesse processo de construção coletiva. 

Eu acho, concluindo aí, que os limites da nossa carta de princípio, e os limites que e ela coloque, que nós precisamos enfrentar, até porque de 2000 até hoje, eu acho que nós como um campo social anti capitalista que defende uma sociedade humanista, avançarmos é multi em construir, não são posicionamento político, senão como alternativa ao capitalismo. Ou seja, nós já vivemos em algumas situações e algumas propostas, valores pós capitalismo, mas o capitalismo continua muito forte, muito poderosos, e pondo cada vez mais as suas garras.

A Oxfam aí demonstra a cada ano a parte das desigualdades mundiais , então o fórum, como sujeito, como processo, como espaço anticapitalista, ele precisa se enxergar num processo de superação do capitalismo, ele precisa ter sentido, além de se reunir e discutir essas questões. 

E desde esse ponto de vista, @6 nós precisamos pensar que o fórum precisa encontrar alternativas para que nos aumentemos os nossos consensos.

Se nós construímos consensos para elaborar uma carta de princípios, é preciso que nós construímos novos consensos, que a gente aumente o grau de consenso, não so sobre a crítica do sistema, mas sobre as alternativas , Sobre o fortalecimento das alternativas.


PIERRE os graus de consenso no fórum se  podem visualizar como um tecido de iniciativas concretas( lutas campanhas processos transformadores agendas)  de resistências e alternativas  de ampla participação promovidas por articulações explícitas de organizações participantes. Esta forma é visível na implementação do fsm virtual 2021  https://join.wsf2021.net/initiatives  


Quando nós, como fórum, nós contrapomos a Davos, ao Fórum Mundial de Davos, significa que nós temos opiniões sobre as coisas que Davos coloca, e que portanto essas opiniões elas são posicionamentos políticos. 

Então me parece, e eu encerro com essa questão, o que @7  é uma falsa polêmica, que eu tenho dito muito nos debates nossos, esta ideia de dizer que o fórum o é espaço, ou é sujeito o ator. Não ! O fórum é espaço plural democrático, como todos aqui colocamos né,mas ele sim tem um papel, uma função na luta anticapitalista, e ele precisa cumprir esse papel e essa função.

Correndo o risco de deixar de ter sentido o que ele dizer. Eu acho aqui que nós já vivemos no processo do fórum 20 anos de experiência, de construção coletiva de forma democrática, que nós estamos maduros e maduras para isso, né, para olhar o mundo presente, e pensar como transformar-o nesse momento presente.

A pandemia ela nos traz uma crise profunda, mas nos traz muitas oportunidades também, porque coloca o planeta numa situação de crise sanitária. 

Então eu concluo com isso, como eu gostei da leitura do fran (de Paulo Freire) , eu sou uma pessoa da esperança, eu acho que não se faz política sem esperança, quando eu perder a esperança, acho que não vou fazer mais política. 

Sou uma pessoa da esperança e acredito sim que nós estamos num bom momento processos no Fórum Social Mundial, tanto no processo Global como nesse processo do Fórum Social Justiça democracia que tá sendo, como todos, dolorido e prazeroso; Obrigado.


PIERRE ( no chat)   a carta não fala das ações de “facilitação” necessárias para o processo e evento acontecer, o processo fórum e mantido colectivamente ,  e  tem todo uma experiência acumulada, e  tem muito ainda a explorar e fazer para implementar com criatividades os princípios do fórum -  entre outras possiveis esta tabela ilustradora http://openfsm.net/projects/ic-methodology/charter-fsm-wsf-es-table3 

 


Parte2 Discusoes

@009 FRANKLIN que bom, que bom querido Mauri , que faz parte da nossa diretoria executiva da ABONG, sempre bom falar com você e te ouvir. Saudade nas próximas prosas dos nossos café especialmente, e aí a gente teve esta primeira parte da oficina, para quem está chegando agora estamos na oficina “Justiça democracia Como os princípios da sociedade ou dos movimentos sociais do próprio Fórum Social Mundial.”

A gente vira agora essas quatro pessoas queridas: Salete, Sheila, Moroni e Mauri deram um panorama para a gente sobre a carta Orientadora do foro Social Mundial, 


E aí a gente destacou ahi algumas perguntas, ou questões orientadoras Qual é a concepção de Justiça e democracia e a carta de princípios professa?, quem são os sujeitos? Como o fórum social articula esses sujeitos?, O fórum social mundial e espaço, o processo ou ator político? Quais as Lagunas ausências identificadas e como supera-las?.


Esses foram as questões orientadoras e a gente queria agradecer às pessoas que tá aqui com a gente no youtube : Pierre, Raquel, antonio ,Stephanie, a gente está esse falando que se some sobre parabeniza os idealizadores desse debate, a gente tem o Carlos Tibúrcio muito boas intervenção parabéns companheira salete sheila destaque Colocações do Companheiro Moroni.

O pessoal pode usar o site aqui o bate-papo aqui, para se posicionar nossa presidentaLGBT simmy toda a comunidade LGBT, também eu acho que ele não está presidente a legenda dela .

Uma bruxinha que a gente tem agora que e abrimos para o debate e nós convidamos pessoas queridas também, a Débora Rodrigues, ativista da ong vida Brasil, ela tem que compõem a diretoria executiva da ABONG e conselho internacional do Fórum Social Mundial, o Ataíde Mota , diretor do Ibase e também membro da Diretoria da ABong o conselho Internacional do Fórum Social Mundial.

Simmy Lara, a minha amiga irmã companheira travesti presidente LGBT casa nenhum Cunha em São Bernardo do Campo ela é coordenadora de programa transcidadania na prefeitura de São Paulo e coordenadora Nacional LGBTMas no governo da presidente Dilma

São as pessoas que a gente abrir com debate gostaria de ver os meninos eu vi lá começando pela querida Débora seja muito bem-vinda y axé.


@010 DEBORAH axé, saravá, namastê. Boa tarde gente. tá bem legal aí o pessoal já trouxe, acho que a gente avança bastante com as discussões que a gente tem feito no próprio conselho internacional certo.

E aí para ajudar nesse debate, eu fiquei escutando algumas coisas, é também conhecendo a vivência no forum Social Mundial, e para acho que todo mundo vai trazer alguns questões , e des e articulação certo, então é um papel extremamente importante para fortalecimento dos movimentos sociais, das organizações de sociedade civil , de quem faz a luta política nas diversas partes do mundo. 

Aí eu sou aço militância política nos movimentos, cujo fora o Fórum Brasileiro de economia solidária, é cria do Fórum Social Mundial, foi no Fórum Social Mundial que a gente estabeleceu uma carta política que orientava essa defesa duma outra economia

Concordo com essas ideia de que ,@1 mesmo a gente tendo muita dificuldade de definir esse posicionamento político do fórum,nos espaços do fórum, são tomados e são definidos algumas orientações políticas, 

Mas também vejo na presença dos movimentos que agrupa populações mais fragilizadas o invisibilizadas, dentro no seio do fórum

Mas aí a provocação para vocês, @2 a gente tem uma certa dificuldade de trazer para o conselho internacional certo? E você estar com os exemplos : a gente consegue por exemplo, eu fiquei no eixo temático de Justiça Econômica esse ano no fórum virtual, e eu vi ali populações indígenas, povos tradicionais, indianos de diversas partes da América Latina, uma capilaridade tremenda de olhares sobre os modelos econômicos, novos modelos econômicos, nem na colchão de outro paradigma, proposta concreta bem estruturada, com debates com grande rede de articulação, mas a gente não vê isso dentro do Conselho internacional.

Como é que essa questão, do mesmo jeito a questão das mulheres negras, porque a gente tem uma participação ativa das mulheres, e as redes de mulheres lá no fórum consegue se projetar com muita força, mas a gente não consegue trazer essa pauta da luta de resistência negra para dentro também do CI

Entanto nessa questões que você traz e para gente, que Moroni disse que a gente tem, é um posicionamento e que o posicionamento político na síntese da luta política cotidiana, certo ,@3  como que isso se coloca naqmo é que aquele espaço ( CI FSM), que muitas vezes da direção do que a gente tá fazendo, e como a gente pode fazer que esse espaço, que Mauri afirma que de todos que ele tratado no processo de igualdade, consegue reconhecer essas lutas de resistência tão importantes para síntese da lutas cotidianas certo? 

Vou provocar vocês! eu passando a FRAN para essa questão do debate. 

1h04mn

CARLOS ‘no chat)   Valeu. Débora. Parabéns. Provocações válidas.

@011 FRANKLIN maravilha Que bom Débora querida, obrigado pela provocações obrigado por estar aqui com a gente; na sequência Simi lara a presidente naLGBT querida Filme O que que você tem para contribuir com a gente, seja bem-vinda simmy. 


@012 SIMMY Obrigada amores, obrigada pelo convite, para ser parte deste debate Boa tarde a todos que estão presentes. 

Ô Carol de você importante do meu quadradinho de lá ,ah me sentia de fome vou lab 

Mas vamos lá conversando. Tirei um pouco da ponderação a partir da companheirada y a partir da minha realidade; 

Eu fui no foro 2001 quando os Fundos do Fórum de eu vivenciava uma imagem mais comum como pela sociedade certo? Eu estava no movimento estudantil sai de ônibus de Belém até chegar em Porto Alegre vivemos no acampamento da Juventude, Voltarmos e o ônibus duas semanas vivendo essa magia e que incrível o gade de Bule são de debate do que a gente acredita que potênciai,

E aí depois o participo do Fórum de Belém, eu resído em Belém, e ainda nessa mesma imagem de identidade ne, para sociedade qui e da leitura da homossexualidade, ainda com No Movimento, já o movimento lgbtq. 

Depois participei em Porto Alegre e na Bahia, já com essa identidade de gênero generalizada, me assumindo do travesti e no movimento LGBTque a mais, no fórum outro fórum fui com gestão na verdade estava no nível Federal. 

E foram forums completamente diferentes, está mesmo trajetória eu enxerguei esse fórum cada vez mais potente no que concerne às discussões e @1 da última fórum que participei na Bahia, a gente viu um aumento da transversalidade nas pautas, um aplicativo de dialogar não só naquela plenária desde o início do fórum a gente ja conseguiu debater nesta trajectória como o movimento descalco elemento discal com outros movimentos, movimentos de mulheres, esses diálogos transversais foram possibilitados.

Mas confesso que nos últimos fóruns que eu estava como travesti assim como vivenciei todos o outros espaços, muita veze a gente não tem não procura um grame de identificação nao estou falando, estou falando de deenxergar um pouco nessa pauta de entender o noos local da nossa luta qualquer um dizer desligar com isso e que não é possível, de sociedade, @2 não é possível um outro projeto de sociedade que leva em conta e que seja baseado somente na questão Econômica e não basta a gente se dizer anticapitalista, a gente necessita ser anticapitalista racial lgbt fobia , porque para mim para mim o Fórum Social Mundial, ele não está no campo só duma a resposta a Davos.

Ela está no campo de mostrar um projeto que tem outro vias Econômica, que não é capitalismo , Fórum Social Mundial e o espaço de disputa da humanidade 

A gente quer disputar essa humanidade que está adoecida desde que muito do capitalismo fez um pacto, com tal de patriarcado.

e na minha opinião não tem como a gente desestruturar os pilares que sustentam o poder na mão que sustenta, dos homens bráncos, se a gente não assume debate como os estruturais em toda a construção que a gente fizer, e a gente entender né que qualquer movimentação que a gente faça, a gente vai precisar @3 trazer eles debates como estruturais lan , nao sao interseccionais. São paralelos e são estruturantes.

Pauta indígenas, questão racial , questão de gênero e identidade de gênero questões sexualidade.

Não basta a gente agregar orientação sexual de gênero, nos precisamos trazer para centralidade do debate. 

Uma vez do movimento do último fórum social da Bahia, estávamos começando uma plenária LGBT que a gente feiz, e eu dizia para o pessoal @4  “porque não fazemos um fórum Social Mundial de gênero e sexualidad”e, porque tem tantos foruns sociais temáticos depois eu fiquei pensando será que é esse o caminho da gente entender que isto tem que na centralidade do debate? da construção da pauta, na construção da a estrutura do Fórum Social Mundial como um todo. 

Não sei se seria melhor estratégia, né, mas imagino que esteja cosa com cuotas né, cuota é para sociedade, ruim que Escuta cassete a gente precisar construir cuota Como ponte, nas nossas geração de movimentos sociais, nas nossas gerações de construção de sociedade, não é para ser cuota, e para ser estrutural desse novo modelo de sociedade que a gente quer, e constrói novo modelo de sociedade, que continua deixando de fora muita gente

E eu sobre tava de falar isso aqui porque eu vivenciei nesses fóruns, eu sei que eles sao lugares Como falei para vocês ,Não é isso a imagem do corpo, porque a vida no fórum, Ela traz esse debate, e como a gente cresceu com essas pautas de 2001 para cá, agora a gente precisa agregar essas pautas na construção da totalidade dessas relações dessas vivências estruturais do próprio evento em si. 

E a gente te pergunta é ator? Estrutura como que tá aqui lá no bate-papo desculpa O que que o forum social É? 

Eu acho que ele é tudo isso para mim, sabe?, porque @5 ele é sujeito também, ele é estratégia, ele se torna do jeito, não seja sujeito centralizador, Aí todo mundo tem que sair fazendo dia, mas é o sujeito político, a partir do momento que sociedade mundial estamos reunidos aqui, e não passarão, porque nós estamos aqui, e vamos disputar essa sociedade, essa humanidade, y essas resistências nesse plano colocando a nossa marca, colocando a nossa voz, colocando nossa luta.

Então, @6 a partir do momento que a gente faz isso, a gente tá sendo sujeito político dessa luta Mundial, 

Então na minha opinião, tempo depois tem nossos limites nesse processo. 

E como a gente possa, olhar local de debate, ele é tudo isso a partir do momento que a gente marca na sociedade. 

E confesso para vocês que, no momento em que a gente está vivendo, sinto muita falta da gente, fez o fórum social na virtualidade, a gente está aprendendo esse modelos , talvez apareça quando a gente for no fórum Social Mundial presencial novamente, talvez a gente traga muito dessas experiências, mais estar juntos e juntas nesse ver, se encontrar, ler a experiência political como movimento LGBT que aprendeu último, dentro do espaço do fórum, porque a troca ela vem dupla a gente, ela vem duma duple também aprende se engrandece com isso. 

E ahi para finalizar eu acho que, eu falei um pouco dessa questão das lacunas das ausências, mais eu acho que a gente pode superar, involhecer, trazendo tudo que a gente acha, que é determinante para essa disputa, não é o que faz para ta gente não é , a gente tenta tenta tenta , esta todo mundo sempre já está faltando alguma coisa , mais vou descer que a gente se propõe, a partir do momento que a gente se coloca nessa luta, que a gente se coloca na militância, que e a gente disse, que a gente quer está aqui. 


Então vida longa vida, longa ao Fórum Social Mundial. Parabéns a todos nós que construímos esta estrategias , parabens pela nossa ousadia de continuar construindo essas estratégias, e pensar como é que vai continuar construir quais a relação ao so da pandemia,

Porque a pandemia vai passar, ela vai passar, nós temos ciência suficiente para isso e esse governo genocida não fizer vacinar, so que as mas elas que a pandemia vá deixar para populações mais vulnerabilizadas y aliada no Brasil, especificamente a desgraça que esse governo está deixando, de desestruturar e acabar com vários políticas públicas,e desvastar amazônia, e tudo que a gente está vendo, essas, 

Mas ela de estas feridas, elas vão precisar de muita articulação política, de muita fórum social Mundial, de muita unidade na caminhada entre nós todas e todos para gente superar o que vem por ahi, que ainda está em curso né, e que Com certeza perpasa vou não desistir de lutar pro justiça e pró Democracia para todo mundo Obrigada desculpa se me estendi ta?

1h16mn 


ARTGAY no chat  O capitalismo, o patriarcado e o racismo é a tríade estruturante de todas as formas de opressões e desigualdades



@013 FRANKLIN sim minha querida obrigada obrigada sempre bom te ouvir muito bom quando vc começa a falar eu parei o relógio, aquela roba para Simi ela é brincadeira obrigado querida sempre muita bembina entre nós. 

Temos também como um dos batedores um companheiro querido parceiro de todas as horas Ataíde diretor executivo do IBASEInstituto Brasileiro de análises sociais econômicas,membro do Conselho internacional também do Fórum Social Mundial e da diretoria-executiva da Abong. Ataíde querido muito bem-vindo. 


@014 ATAIDE obrigado Fran, obrigado as todas, parabéns para o debate tão ótimo parabéns da última apresentaçoes de Deborah e Simi que me antecederam. Total Respeito. Eu vou tentar não ser repetitivo, porque acho que as questões mais importantes ais fundamentais foram apresentadas super bem. 

Então eu queria falar de dois aspectos que acho que todavia que eu falo para refletir fórum social mundial, que leio algumas coisas que Eu participo das reuniões perguntar se a gente não precisava também no exercício de análises de autocrítica fazer reflexões sobre o fórum né. 

Quando a gente falo por exemplo, quando a gente pergunta se eu fórum é espaço o processo o autor, eu acho que fica claro aos par umas pessoas xxxx que uma disputa em torno do que @1 alguns vêem como a necessidade do forum se tornar ator político, menos espaço é mais ator, ou ser ainda um espaço mais desempenho dum ator político, e isto traz muitas dúvidas, muito questionamento, traz muita atenção para a discussão do Norte, nao é de todo ruim,

 É uma discussão sobre tem que ser feita, mas como que foi feito com mago batizamento

E ahi queria trazer dois elementos que acho são importantes para a gente discutir:

 um e o tempo né, quando a gente fala do começo do fórum social mundial, de como o fórum social surgiu do resultado fantástico, que ele teve, da energia que ele foi capaz de capturar e transformar numa onda imobilizadora, como diz cândido que foi do ibase. 

A gente tá falando de vinte anos, e o mundo mudou, o capitalismo mudou, a sociedade mudou, muitas coisas mudaram, e a gente precisa refletir sobre no que o fórum precisar mudar para ser capaz de lidar com isso. 

É quase injusto a gente esperar ter o mesmo desempenho que ele teve antes no mundo táo diferente, como a gente está vivendo hoje né.

A gente teve uma onda conservadora enorme em vários níveis, que avançaram em vários países, o Brasil é um lugar totalmente diferente do que estava vinte Anos Atrás 

A gente até do Fórum Social Mundial com a presença de ex presidente de líderes de esquerda globalis, e hoje isso seria impossível de acontecer no Brasil por exemplo, porque a gente retrocedeu muito, o conservadorismo avançou. Então a gente precisa ser capaz de refletir essas coisas, porque eles fazem parte do teci.do hoje de um cenário político dum conjuntura muito diferente. 

A economia mudou o capitalismo mudou, a gente tem toda uma geração de trabalhadores que não cabem em lugar nenhum nós formados com os parentes tão acostumados de darn é e toda uma nova geração de excluídos da economia digital , é e toda uma nova geração Trabalhadores de aplicativos, são muitas diferenças que a gente precisa ser capaz de pensar nelas , incorporar o risco que a gente nao esta comprindo, o que eu acho que é uma função bacana do fórum mas que também é perigosa,


 e que o segundo ponto que eu quero trazer.Eu acho que tem a ver com as concepções, com sujeito  

Em algum momento, eu participei do fórum várias vezes em mas é um país, participei muito da organização do fórum que @2 quando você tá na organização? você não vê nada , você luta para que ele acontecer e participa pouco , então tem um momento no que o fórum, @3 como se fosse um caldeirão, onde todo mundo entrou com energia enorme aqui no gira-gira a saiu um raio da luz que vá para o alvo, bate forte, e dá um sacode, e a gente consegue fazer um impacto no debate Global. 

Mas em algum momento, o estado do caldeirão passa a ser mais importante, porque nos alimentava ,@4  a gente ia para o fórum com espírito de se retroalimentar, de se fortalecer, e muitas vezes perdia de vista o que é que a gente precisava fazer politicamente, com aquele energia que a gente estava acumulando ahi.

com o tempo acho que a energia foi se perdendo, e hoje eu fico na dúvida se o qe a gente quer trazer de volta esse capacidade mobilizadora, essa onda né, que a gente era capaz de dizer alguma coisa para o mundo, o se a gente quer primeiro dar uma fortalecida na gente porque a gente muito cambalhada né. 

E aí eu @5  tenho o medo de a gente não ser capaz de fazer as duas coisas. Se a gente não tiver a visão clara de que está acontecendo, talvez a gente não consiga fazer as duas coisas : a pare no autofortalecimento necessário, mais na dao o próximo passo que a capacidade de incidir no debate público, 


PIERRE (no chat) na primeira década do fórum a campanha contra o Alca usou o fórum e fiz incidência política a partir da força que acumulou, sem pedir ser respaldada  formalmente “pelo fórum"



Que eu concordo com Mauri, ela @6 não precisa ser feito de na maneira tradicionalista o hierarquizada , pode ser criativo nisso ascendência do Fórum Mundial do Fórum Social Mundial pode ter uma agenda política para o mundo, numa maneira completamente diferente, não precisa ser com uma ordem unida, ela pode ser inédita, poder ser multiple, pode ser variada, mas a gente precisa, senão perder esse potencial de vista, 

E as vezes, acho que a gente tá perdendo ele de vista, porque é muito importante, especialmente hoje, é muito importante que a gente tenha espaços para se fortalecer mutuamente, porque o mundo inteiro, muita gente está sendo atacada em vários níveis, está sendo vilipendiado, direitos tal sendo violados e a nossa auto Defense é muito importante nesse momento. 

Então, é isso o que queria dizer, assim os desafios que estão colocado pelo fórum são muito grandes, mais @7 eu acho que existe uma energia criadora, transformadora, que ela é capaz de mobilizar de novo, vai ser exercício difícil e até doloroso, mas eu acho, acredito que a minha esperança, ela vá nesse sentido, nós somos capazes de atingir aquele momento de agitação de energia de novo, a gente a precisa ter claro scenarios e dificuldades que se están dando hoje, que são diferentes de que foram a veite anos atras é isso gente.


CARLOS  (no chat)  Boas falas também, Symmy e de Ataíde. Muito importante o processo de revitalização politica 

PIERRE  Ainda  após duas décadas  tem muito potencial para implementar a visão da carta princípios fsm em manifestações concretas http://openfsm.net/projects/ic-methodology/charter-fsm-wsf-es-table3 


 

@015 FRANKLIN Maravilha Ataíde querido que bom suas contribuições, bom de ouvir a estamos a junto sintonias. E a gente vocês também podem participar mandando reflexões mandando aqui para nós no chatzinho do youtube no Facebook a turma Do lado afoguei Brasil o capitalismo o patriarcado o racismo, é a trilha estrutural de todas as formas de opressão e desigualdades

E aí quiser compartilhar aqui falar um pouquinho O que você está pensando A partir dessa oficina nas falas das nossas primeiras e nossos os companheiros mande aqui a sua opinião e a gente pensou três questões orientadoras,


Eu vou ler de novo até para quem quiser participar falar um pouquinho, a gente qual é a concepção de justiça é democracia que carta de princípios do Fórum Social Mundial professa? Quem são os sujeitos das mudanças, e como o Fórum Social Mundial Articula todos esses sujeitos ? e o Fórum Social é espaço processo o autor político? Quais as lacunas e ausência identificadas por superá-las? 


Aí a gente volta de novo para companheiros e companheiras que começaram o debate com a gente Sheila Mauri Salete Moroni e com vocês, se quiserem também contribuir e debater, a partir do quê vocês mesmo trouxeram nessa Oficina

E a gente está chamando justiça e democracia no princípio da sociedade e dos movimentos sociais e do próprio fórum Social Mundial , e faz parte da primeira semana de mobilização do Fórum Social Mundial Justiça é democracia.

 Com vocês quem quisesse agora falar um pouquinho, passear um pouquinho a gente está indo chegando nossos vai ser bom também ouvi las. 


@016 SHEILA posso pegar a bola?

Então eu fiquei pensando aqui nessas colocações que foram feitas por último. Acho que o que a Débora a Simmy e o Ataides trazem, esta última fala do Ataíde né, @1 que a gente puder perder de vista o potencial do Fórum Social Mundial, especialmente no enfrentamento

ahi pegando outra questão que foi colocado a , do capitalismo do patriarcado e do racismo, eu acho que isso viu Ataíde, o quê me inquieta muito, nesses vários anos ahí, que participo do fórum que representou O Instituto Paulo Freire no conselho internacional, é que eu sinto que, assim são muito ricas, muitos importantes as edições presençiais, Mas é possível fazer mais, 

Aí quando o Moroni traz, ele coloca aqui o processual, ele se dá por meio dessas muitas cotidianas, OK eu concordo, tem todo uma articulação que é mobilizada nos fóruns e aí ela não para ali ela continua, muitas vezes vem e potencializa ações e tudo mais. Mas o que é possível fazer mais né, é possível fazer mais, como aqui esse ator político, sim eu concordo quando foi dito aqui que ele já é um ator político, pela própria arte que se mostra presente 


Como a simmy falou e coloca sua voz pro o Mundo, estamos aqui fazendo enfrentamento sim, já é um ator político a parte disso, sim tem uma força.Mas o que a gente pode fazer tem muitas lutas, acho que o princípio 7 da carta tá colocado eu choro foi dar visibilidade sem sem hierarquizar, nós vai dar visibilidade nas lutas que são trazidas para dentro dele. 


Então como é que ahi pensando primeiro, @2 acho que o conselho internacional, exatamente com a Débora diz, ele precisa se ampliar, precisa ter muito mais gente, com muito mais cores, é muito mais lutas, ficou com muito tempo sem abrir para entrar novos sujeito, e agora, tem essa perspectiva de abertura, e a gente precisa mobilizar diferentes grupos para que de fato entrem, participem ativamente do conselho. 

Mas acho que essa pergunta nao tem resposta, como é que a gente incide politicamente, mais efetivamente Lutas que estão absolutamente em sintonias, uma carta de princípios, como que a gente se mantém calado frente a atrocidades que acontecem no mundo ,e que estam absolutamente respaldadas pela carta de princípios.

Acho que essa é uma resposta que tem inquietado muita gente, uma pergunta que tem inquietado muitos de nós no conselho, e a gente precisa, acho, abrir a discussão par tentar construir essa resposta, porque está difícil de chegar no. ponto de uma resposta que produz essas transformações que são tão necessários; 

Eu acho que é isso:@3 tem um potencial muito grande, que precisa ser melhor aproveitado, a gente precisa construir juntos e juntas esse “como fazer”. E isso 


@018 MAURI Também vou falar aqui, tentar dialogar com a Déborah, minha parceira no CI , oi a Simy e nossa próxima representante da ABONG no conselho Internacional gente no fórum, tá eleita ai, essa potência toda aí.

No primeiro que acho, assim que a gente fez uma análise, e eu acho que @1 a conclusão os processos em fórum como espaço processo e sujeito, ele é, ele é, não ninguém via dizer Que que ele é ou não é, é eu sou quem escreveu várias vezes a gente né a ano e ano, já vamos acabar com o fórum 

Eu sou um dos que escrevem que @2 ninguém tem é o poder de acabar com o fórum, ninguém é o dono do fórum para acabar com fórum

PIERRE   dizer que o fórum é ao mesmo tempo espaço processo e ator cria a meu ver uma confusão que distorsiona o imaginário e a maneira de pensar sobre o forum. ( ver @007) 

O fórum ele vai acabar porque ele quer acabar, não porque alguém vai declarar o seu fim, e tal ahi, e o fórum tem se renovado, então eu acho que o fórum tem cumprido um papel muito importante, acho 

E aí Débora trabalhando é @3 eu sinceramente sou daquelas pessoas que não entendem o CI certo , porque se ninguém fala em nome do Fórum, se ninguém está autorizado a falar em nome do fórum, o que é o CI ? 

O que é o conselho internacional do fórum? Para quê que existe? Qual é a função? não quem decide sua composição , não que não precisa,

 Como dialogamos aqui, um espaço de articulação permanente, sim, entre os eventos presenciais, na nossa dinâmica de fóruns mundiais, é preciso haver uma articulação, para escolher qual é a pauta, onde vai ter lugar, mas não precisa ser um conselho internacional, sequer precisa ser uma coisa hermética e fechada, consolidada,no pessoas que estão encastelados, personas e organizações 

PIERRE   o CI foi instituido aprovando a carta de principios e pode ser afirmado coherentemente com os principios, como comunidade facilitadora,  que  nao é organo político ver http://openfsm.net/projects/dibco1/dibco1-2020-discusionfsm-input31-es 


Eu acho, eu tenho dito isso várias vezes que @4 não enxergo o fórum em Crise, o forum nunca será muito além do que os movimentos sociais são, no nosso processo,


@5 Mas sim, se nós queremos nós precisamos de um espaço de articulação política entre os eventos presenciais , e esse espaço tem que ser a cara do momento histórico

Não tem sentido ter um CI que não tenha muitas representaçãoda comunidade LGBT, muito a representação do movimento negro, muita representação do movimento indígena, muita representação do movimento de mulheres, são esses movimentos que estão antissistêmico hoje,que é o principal , não são os movimentos atlermundistas globais que discutam com a ONU

Então sim eu acho e essa, para mim eu sinto a necessidade da gente encontrar esse ponto bem como o Ataíde colocou, o Ataide acho que trouxe assim,@6  acho que a gente vai estudar essa nossa live aqui depois , para pincelar as questões aqui , porque o um debate não é sobre a crise do Fórum Social Mundial, e um debate sobre a potência do fórum como ferramenta, como instrumento onde estão todos os momentos na luta 


PIERRE (no chat) http://openfsm.net/projects/espacios-oe/event2021-fsm-justicia-y-democracia-brasil

aqui a documentação e transcrição da oficina 


E sim tem alguém em crise no Fórum Social, mais não é o fórum, a gente tem um desafio aqui, eu acho, que é um desafio vamos provocar o processo do fórum, come supere esse desafio, @7 como que a gente inventa o processo de articulação internacional, e não necessariamente é so ampliar participações no conselho internacional, essa ideia da criatividade e Ataide falou aí, me motivou essa minha aqui , acho que estamos juntos juntos ahi.  


PIERRE  elementos sobre debate, em parte resistivo em parte  criativo, em eco ao debate do qual fala mauri  http://openfsm.net/projects/dibco1/dibco1-2020-discusionfsm/#ES  


FRANKLIN Maravilha Mauri querido muito bom Deborah pediu a fala. 


@019 DEBORAH Eu vou aprofundar a provocação viu Mauri. Eu acho que não é só a presença de representação, assumir a luta que agente Bota na carta fica bonitinho e a entregue as mulheres negras para o povo negro

 Levar sua luta, leva a população, defende à questão da LGBT que mais entrada ele carregar sua luta, o seja @1 a gente não incorpora nas grandes ações do fórum, do ponto de vista da sua representação, e da sua fala política,

 E ahi afirmo o fórum precisa se posicionar politicamente, porque senão fica uma omissão ensurdecedora, certo? 


A gente hoje por exemplo @2 no Brasil em 2016; o fórum se negou a se posicionar Sobre a questão do Brasíl, e hoje a gente viu aí que a gente tem dado demais 400000 mortes resultado e resultado de 2016 certo? 


E isso é uma omissão do fórum, como é que não se posiciona política, mas assim não, a gente se posiciona política a partir das lutas ou seja cada um cuidar do seu certo?.

E uma provocação a questão é essa, certo então como é que o fórum faz isso que é Simy colocou aí na história di que olha 

 

 

Nós precisamos desconstruir, a partir das lutas do fórum, a questão do machismo, racismo e xenofobia de todos os “ismos” que temos por aí, a gente bota na carta, entrega os grupos específicos para cuidado seu certo? @3 eu acho que essa ausência, esse silêncio que às vezes nós somos carregam essas lutas sim sentimos, e como se a gente precisasse sempre gritar para que vocês que estão na outras lutas nos  ouvissem. É simplesmente provocação mais por ahi. 



PIERRE (no chat ) observação  até 2016 era prática consensual no CI que, para expressão política das entidades membro do CI, se use declarações em nome de lista de entidades assinadas. http://openfsm.net/projects/icmembers-declarations/ ( algumas declaracao entre membros do CI)
A tensão da reunião do CI montréal 2016 foi que um grupo de militantes pro palestina, e um grupo de organizações de brasil  insistiram, em vez de usar esse canal acima,  para pedir duas declaração do CI enquanto CI  o qual não cabia com a prática estabelecida e as tarefas facilitadoras  do CI  e o perfil não politicamente representativo do CI. 


FRANKLIN ótimo Débora  Bom ouvir suas provocações.


@020 SALETE muito bom essas provocações Débora, é seu fragmento eterno social humano ,@1 a gente tem uma cultura de fragmentação dos pedaços, essa é uma questão que eu  coloco independente de 2000 para Cá, do forum, da vida inteira, a gente é fragmentada e a gente não consegue olhar, olhar a gente olha, mas a gente não enxerga, e a gente não escuta uns aos outros

Então esse é um problema aí, como os humanos estão na fragmentação, são os mesmos humano jornal para todos os lugares, inclusive para o Fórum Social Mundial, e para o conselho internacional, o problema se transferirá para esses mesmos lugares, então eu entendo que o desafio é muito grande, 

Quero fazer uma provocação aqui, o Mauri coloca quando você fala “o fórum não quis se posicionar” Na verdade ele coloca, eu respondo aqui não estava, é sim 2016 Montreal foi uns dos únicos fóruns que não estava, mais foi uma posicionamento do Conselho Internacional ,@2  e de onde surge o conselho internacional?


No primeiro ano, não tinha conselho internacional, mais cheui um grupo de Organizações entidades e movimentos que puxaram o primeiro processo do Fórum Social Mundial, e por conta de todas as provocações e etc externas e internas, @3 houve essa criação do Conselho internacional, para que esse espaço digamos assim, de facilitação, de cuidar do processo, uma certa responsabilidade pelo processo, pudesse ter mais participação, se maior ser mais plural, mais participativo etc 


PIERRE (no chat)  quais sao as tarefas do CI ? Aqui uma descrição feita no na reuniao de CI em Casablanca em 2013 . Nas tarefas nao esta lista de “ representar politicamente o forum oq qual e incompativel com principio 6 http://openfsm.net/projects/wsfic_fsmci/casa13-wsfic-tasks-tareas-taches-cifsm/#ES


O fórum é um processo mantido colectivamente,  o CI pode ser útil para isso -


e a gente tem todos os questionamentos sobre isso, e achou que e legítimos,vocês estão trazendo aqui, mais eu tenho o mesmo entendimento do Mauri desde sempre, que @4 o fórum ele existe, ele está a partir do momento que ele nasceu, 

O primeiro encontro em 2001, da forma com que a gente conseguiu fazer com que todo o mundo consegui chegar la feiz, depois continuou de um jeito o outro, aí cada um do seu jeito, no seu lugar, do seu território, na sua nação, na sua região, tem mais planetário é que a gente tem um campo da humanidade que consegue olhar mais planetariamente pela terra, não coloca pessoa sou vinculada a seu território, eu já conheço, quero puxar o campo os direitos humanos né,


PIERRE (no chat) aqui no calendario de eventos  relacionados direita o indireitamente con el   proceso do fsm http://openfsm.net/projects/wsf2012-support/wsf2021-calendar/#lista   veja versao entre salvador e forum social virtual  http://openfsm.net/projects/wsf2012-support/wsf2018-calendar/#lista 


A gente precisa compreender e pense território não é local quando a gente trata das humanidades , dos seres humanos e do direito que eles tem, então o que eu entendo é o mesmo que o Mauri, o fórum nunca parou, o fórum nunca se apequenou, o fórum sempre deu continuidade em todos os lugares, os grupos coloca nele mais força, menos força, depende de qual e o grupo , de qual é o objetivo, de quais são as necessidades que ele encontra, 

Então qual é a questão? a questão é a gente realmente olhar, porque esse processo mundial e Internacional ganhou um corpo diferenciado, para onde ele foi, então qual é nossa capacidade de olhar para isso, que um pouco o esforço que a gente tem feito, e o Marco tá forma todos,nós estamos envolvidos aí no conselho internacional, e o pouco esforços e a gente tem feito, feito olhando para os fóruns temáticos regionais, olhando para o processo do Fórum Social Mundial, que foram em outras regiões é nos outros países, e @5 tentando manter que esses espaços novos, esses lugares novos, essas conquistas e essas descobertas

Elas possam ter fortaleza dentre de esse processo, por mais que ums e outros sempre têm a tendência de manter o velho , sem o cuidado que ela é necessário para esses tempo pós pandêmico, nos vamos ter que ser capaces de olhar para isso, e para isso não precisa matar o que existe, precisa a gente olhar para que existe com os olhos planetários, com os olhos da humanidade do planeta, não com os olhos de nosso pedacinho, da nossa casa, do nosso local .

Então eu queria dizer simmy seja bem vinda independente do da oficialização Mauri né todos e todas somos muito importantes dentro deste processo. Bora lá, arregace as mangas;


FRANKLIN compromisso público em simmy, tem Monte de gente lá, então vai ser gravado pela posteridade, simmy ; a Sheila pediu para fazer ponderações; 


@021 SHEILA acho importante colocar aqui concordo totalmente com Mauri com salete que e a crise não é do fórum, o fórum permaneceu forte do resto do processo, com mais ou menos energia, mas sempre vivo , que @1 a crise é no conselho internacional.
A colocação que não foi o fórum e sim o conselho que não quis se posicionar . Eu estava naquela reunião  em Montreal em 2016, e não foi o conselho que não quis se posicionar . 


Nós tínhamos cerca de 80 pessoas presentes e foram 3 organizações que se colocaram contra o posicionamento contra o golpe no Brasil. Uma dessas pessoas mas especialmente se colocou falando que Ele tirava do Conselho se é só passar berrou, gritou, e aí como @2 existe uma regra que nada se decide por voto, e sim por consenso, virou a ditadura do consenso, porque aí uma multa grande minoria, uma imensa minoria conseguir barrar uma decisão, que se teria tomado pela maioria assim um conselho internacional , pode dizer de 99% do conselho internacionais, mais do que isso estava sim a favor de um posicionamento político naquele momento,



PIERRE observação : mencionar que se optamos para um CI que nao e relevante politicamente, e sim para facilitar cuidar o processo  a questão do consenso vale so para decisões de facilitação  para manter a unidade do processo, logo as decisões de expressão política são entre as diversas articulações auto organizadas  de entidades participantes  que as decidem e nao Tomando a conta a diversidade politica no espaço do forum


Tal como eu estava na reunião fiquei extremamente doida quando o conselho se posicionar contra não foi uma luta, foi muito difícil, forma muita discussão, e não conseguimos fazer com que isso fosse aprovado, e queria colocar nessa mesma reunião tinha representantes a mulher kurdas e representantedo povo palestino, pedindo o posicionamento político do forum naquele momento, 

Então a derrota e a tristeza naquele evento naquela reunião não foi só por conta do golpe que está em curso no Brasil, mas foi por conta das mulheres curdas que saíram frustradas e das lideranças palestinas que estavam lá também.

Foi muito triste eu lembro que teve um momento que eu me retirei fui dar uma caminhada no envolta para não pular as costa de ninguém, porque foi muito tensa e aí o senhor palestino com a mao calejado colocou a mao no meu braço falando assim : “eles nunca sofreram”, tipo Calam elas nunca sofreram ,e aquilo ficou marcado no meu coração até hoje, 

Porque isso sabe, se eu forum não se solidariza é assume as lutas de diferentes povos, não assume politicamente essas lutas, @3 não é o fórum, e o conselho internacional do fórum é complicado isso, como é que a gente muda esse as amarras , E muitas vezes e não estão colocadas so isso Gente Desculpa falei muito de novo.


PIERRE (no chat)  observação  até 2016 era prática consensual no CI que, para expressão política das entidades membro do CI, se use declarações em nome de lista de entidades assinadas. http://openfsm.net/projects/icmembers-declarations/ ( algumas declaracao entre membros do CI)
A tensão da reunião do CI montréal 2016 foi que um grupo de militantes pro palestina, e um grupo de organizações de brasil  insistiram, em vez de usar esse canal acima,  para pedir duas declaração do CI, enquanto CI,  o qual não cabia com a prática estabelecida e as tarefas facilitadoras  do CI  e o perfil não politicamente representativo do CI. 


Para varios membros do CI tem uma tentação de reduzir o fórum ao CI , mentiras que o CI se pode contar como uma tentativa,  problemática,  de criar uma comunidade facilitadora de uma parte do processo fórum (  eventos mundiais)  que por isso aprova os princípios ao mesmo momento que se va  instituindo, nao uma direcção política 


FRANKLIN sempre muito bom ouvir obrigado pelas considerações 


@022 MAURI sei que Simi e Ataíde querem falar, mas queria entrar na polêmica até porque acho que dialoga com nosso debate. 

Primeiro @1 o fato de CI, decidir alguma coisa não é o fórum decidir alguma coisa não, porque diz a carta de princípios que ninguém fala em nome do fórum, porque senão a gente está oficializando que o CI fala em nome do fórum .

 O CI fala em nome do fórum? é essa é a pergunta, que eu acho que se tem que fazer, eu ou senão estava no Canadá, mas  sei que muitas atividades em defesa do Brasil aconteceram no Canadá, é o fato de nós voltarmos desse desentendimento do CI.

O bloqueio como que a gente chama, no veto da minoria a relação a maioria do CI, não quer dizer que o fórum do Canadá não tirou centenas de moções de solidariedade a Dilma é ao povo brasileiro, que @2 o fórum se posicionou contra o golpe é Brasil 

O CI não se posicionou, vocês não se posicionou, mas o foro se posicionou , e bastante a gente sabe, procuram nas redes sociais, a gente vai ver atividades que acontecerão.


@3 Não podemos empoderar o sujeito, um espaço se a gente diferente que ninguém fala o nome do fórum. Acho que essa é a questão talvez mais significativa, e acho e vou trazer aqui um bom exemplo, se não a gente simboliza o espaço com, 


Em janeiro 2017 em Porto Alegre Janeiro, na reunião do CI, havia uma maioria defendendo o Fórum Social de Salvador, havíamos uma maioria e havia 3 organizações que estavam na contra certo? E @4 a gente construiu o debate sem votar, sem votar, a gente construiu o debate, do ponto de vista que que as três entidades reconheceram de que a maioria do conselho entendia em março de 2018 Salvador poderia receber o fórum , 

E assim fizemos, e o fórum foi maravilhoso, e a três pessoas que eram contra, entidades que eram contra, organizaram atividades em Salvador, fizeram atividades, elogiaram o fórum de Salvador. 


PIERRE (no chat) concordando com mauri sobre o fato que o CI nao e representante do fórum - e suas tarefas não são de representar, mas bem de “facilitar” , precisando pensar o que isso significa
O esemplo que Mauri da de 2017 e sobre uma decisao de aceitar o nao uma proposta de evento mundial ,que e uma da suas tarefas de facilitacao, onde a pratica de protocolo de consenso que o Mauri  se refere  - se pode ver a discusao aqui  http://openfsm.net/projects/ic-extended/ci-portoalegre-201701-notas-21tarde e a formulacao de consenso construida e intervencao 181

Então,@5  eu acho que nosso dilema é de processo, eu vejo as vezes, na dinâmica do CI, a luta do hegemonismo da esquerda tradicional, que nos movimentos sociais no praticamos mais, nos no praticamos mais esse tipo de postura, mas no CI ainda e isso, é passado na luta política brasileira internacional, isso não é o cotidiano da luta, no nosso cotidiano da luta e o outro, por isso que acho que temos que bom desculpa Só queria pontuar beijos.


FRANKLIN Perfeito querido obrigado As suas considerações finalmente passando pelos nossos encerramento ahi Simmy e Ataíde, simmy tem consideração. 


@023 SIMMY eu queria dizer que não tenho xxxxx e não tenho essa delicadeza que Sheila tem. Então pensem bem sobre isso, estou aqui muito caminhar, mas Salete me conhece mais coletada. Mas um prazer um prazer construir ,eu acho que a gente tem que ocupar os lugares que vem, eu acho que a gente tem que pensar mais do que me somo os indígenas 

Eu acho que também esse exercício da construção coletiva, entendendo que mesmo divergindo construindo E que às vezes e um exercício, e é um exercício humanístico no exercício solidário de palavras, e essas quedas duras, muitas vezes não entendendo as palavras ,ainda ah se envolver com isso né. 

Porque eu acredito numa revolução, me considero revolucionária, mas me considero uma revolucionário sem aspecto em certa preocupação, entre nós não dá para ser revolucionária senão. Mais do mesmo desejo que construir diversas mobilizações, dos formatos que foram possíveis no passado o período nos vemos muitos como vamos fortalecer sobre os Impacto que chegaram. Um beijo a todos e a todas, pode matar de fantástica eu festejar com essa live pronto.


@024 ATAIDE Queria dizer que eu concordo com a visão de Salete de Mauri sim é um processo então vamos abraçar, o processo e vamos transformar lo, vamos dinamizar, vamos fazer o que preciso, um, 

Até entendo@1 não quero ser cruel, umas pessoas que se agarram ao processo de uma maneira pouco generosa Não, porque precisam do processo para ter um pouco de energia, 

Mais vamos tentar contribuir no processo não são tiradas dele, se a gente só tira dele para se alimentar, o processo acaba sofrendo

Ou como eu disse , eu tenho muita esperança no Fórum Social Mundial, hoje mais do que nunca,@2  a gente está começando muito devagarinho a  dar uma reviravolta, uma marcha força força conservadora , mas a gente sabe que não vai ser fácil, a gente sabe que não vai extirpar da face da terra no dia para noite, vai ter que ser empurrada um lado de outro devagarinho

Então não tem que ser feito um processo, Bolsonaro pode cair mas nesta geração de Bolsonaro e similares aí para continuar fazendo e mandando as mesmas barbaridades. Então realmente a luta vai continuar, a gente precisando Fórum capaz de fazer essa onde contra conservadorismo é a favor da vida para a gente pode continuar lutando continuaremos fortes. 

ENCERRAMENTO 

 


@025 FRANKLIN Obrigado Ataide pelas considerações, essa é uma atividade que faz parte da semana de mobilização do Fórum Social Mundial, 

e a ideia foi a gente ciro essa oficina debater sobre justiça e democracia como princípios da sociedade dos movimentos sociais do próprio Fórum Social Mundial” .

Ela vai ficar gravada nas nossas redes no YouTube, no Facebook, para quem acha que vale a pena, manda para os amigos, mandar para os colegas, acho que vale a reflexão a partir dá carta de princípios do Fórum Social Mundial ,buscando fortalecer aprendizados e alternativas . 

Tem mais algumas questões, companheiros e companheiras? Coisas para falar? senão a gente vai encerado e vai agradecer. 

Teve gente aqui que participou com a gente, ficou no tempo todo com a Live notícia no obrigado por ter permanecido aí, respectivo com a gente.

Moroni cai ali pediu desculpa, faltou energia na casa dele, mandou uma mensagem, então ele não pode ficar com a gente no final, mais a gente teve aqui essa turma querida, esse povo querido, que ajuda a gente a construir esse mundo mais amoroso mais justo mais igualitário e mais combativo mais abusado :

Salete camba diretora Conselho latino-americano de Ciências Sociais clacso e membro do mundial  

Sheila  sercom, diretora Instituto Paulo Freire e membros do Conselho internacional um dia centenário de Paulo Freire,

 José Antônio Moroni Que teve problema com a luz energia elétrica precisou sair. Ele é diretor do inesc Instituto Nacional de estudos socioeconômicos ele representante da plataforma de movimentos sociais pela reforma do sistema político 

querida Mauri Cruz membro da diretoria executiva de hambúrguer é do conselho internacional do Fórum Social Mundial, 

também tivemos convidado especialíssimas Débora Rodrigues ativista da ong vida Brasil e compõe a diretoria executiva da Abong também conselho internacional do Fórum Social Mundial 

Simi Larar a mi amiga irmao travesti feminista atual presidente LGBT coordenadora do trans cidadania na prefeitura de São Paulo e coordenadora nacional LGBT no governo da presidente golpeada Dilma e o 

Ataido Mota diretor executivo do Instituto de análises sociais Econômicas o IBASE e também membro do Conselho internacional do fórum Social Mundial. 

Mauri considerações finais?


@26 MAURI só parabenizar a turma. Acho que a gente foi com sucesso na nossa ideia de oficina, acho que rendeu mesmo, acho que legal fois bom Obrigado pelo apoio.Construímos essa oficina lá no Zap né, vamos construindo no passo a passo no Zap, deu certo e Valeu Muito obrigado aqui bastante acho que vamos continuar nesse debate Obrigado.


CELIA  (no chat)  Parabéns aos ativistas e falantes desta tarde!


FRANKLIN Maravilha Salete irmã da su tchau na turma ?


@027 SALETE só agradecer cada um a cada uma aqui, que está aqui conosco, nesse momento essa construção foi por Zap. Sempre Mauri que dá o pontapé inicial, é a gente corre para ajudando

Agradecer os três que vieram aqui para o debate Débora, Simmy, Ataide , e muito importante agradecer cada um que participou aí no YouTube e outros canais que estão transmitindo e continuamos, que o debate está desde 2000, e Espero que ela continue durante muito muitos e muitos anos ainda, e que as coisas vão se resolvendo algumas, algumas continuar debatendo e  outras cansam.


@028 SHEILA Agradecer a oportunidade de está aqui, acho que a ideia foi do Mauri pelo que estou entendendo a Salete também entrou na barca, depois que ele começar a provocar pelo WhatsApp.Então Parabéns Mauri pela ideia. 


@029 MAURI ou e o  Moroni na reunião facilitadora do Fórum Social Mundial a justiça é democracia, Mistral.


@030 SHEILA bacana, muito bom, obrigada pela oportunidade, foi muito bacanas estar aqui, e para quem está o vendo assistindo pelo YouTube, achou bacana a gente dizer que o fórum está em processo e construção da edição mexicana,

@1 A próxima edição presencial será no México, quando a pandemia permitir, existem aí grupos sendo articulados de construção inclusiva dessa edição. Ainda estão sendo definidos,@2  mas é sempre possível se aproximar desse processo, intentar em tal se integrar ao processo de construção da próxima edição presencial. 

Então fica aqui o convite para acessar as página do fórum e fazerem contato com organizadores para se aproximar desse processo. Grande abraço para todos vocês obrigado gente. 


PIERRE (no chat)  https://wsf2021.net/proceso2021-info1/  para seguir com o processo 2021 e  https://wsf2021.net para puder entrar em contato com méxico


@031 SIMMY Grande beijos amores, e venha logo nosso próximo encontro e batendo pipocar ideias, pipocar aqui o debate, com certeza se fosse presenciaL a gente estarei aqui todo mundo no lugar, infelizmente essa tecnologia aqui tá rolando, 

Mas vamos pensar como a gente estendendo essa conversa, a gente passa o dia inteiro nessas conversas, e não ter mais esse a sociabilidade entre nós Mas que tem sendo aí @1 Alguns café virtuais, para a gente cruzar a vontade nossa informalidade as organizações das fases.


PIERRE (no chat) cafés virtuais sim ! 


@032 DEBORAH Obrigado por esse debate, a gente continua essas reflexões, quanto tempo aí quase todo final de semana né, mais importante e a gente vai continuar nessa reflexão, então concordando também já que fiz nas provocações aqui no CI, com essa história de que o fórum existe

 e fazer um atento de que @1 acho que precisa que o CI olhe para o fórum e escuta as vozes do fórum, certo, mas que esse fórum tá cotidianamente nas nossas lutas, e muita as redes as articulações são construídas, saindo do fórum construído no processo


Então o fórum é um espaço caro para nós, é muito importante, e que tem nos ajudado a seguir na luta, e o espaço de resistência, tá vivo, certo, temos questões para ser resolvidas ,mas ele continua forte e vivo na luta de resistência, contra o capitalismo e lá dentro, nos estamos a luta contra o patriarcado, contra o racismo ,precisamos evidenciar mais está presente está vivo está forte e isso. Obrigada. 


PIERRE  Uma  função do forum  expressada no princípio 1  e proporcionar um contexto facilitador para articulações potentes que os participantes  quisessem construir , o papel do CI pode ser ajudar a implementar um fórum bem apropriado por seus participantes e que cumpra bem suas funccoes 



@033 ATAIDE Gente Muito obrigado, foi ótimo. Espero continuar esse papo aqui, porque seguir em frente, botar mãos na massa, mas seguindo em frente. Muito obrigado gente. 


@034 FRANKLIN Obrigado a todos, nunca na história desse país nós fomos tão muito Ice encerrando às 16 horas exatamente, é o Mauri lembra convidar todas e todos acompanharem, @1 para conhecer mais sobre o Fórum Social Mundial justiça é democracia  acompanhar pelos canais no YouTube, e na página do próprio forum  https://fsmjd.org  hora social justiça e democracia resistir , acompanhe aqui e aí

Vai ser bom ter vocês com a gente grande abraço Obrigado que tenhamos um fim de semana abençoado. Grande abraço Tchau