• intercomweb18 mapeo culturas

last modified March 1 by facilitfsm


INTERCOM CULTURAS

SALA DE INTERCOM https://chat.whatsapp.com/CHlCbNRKwMN4tiNW5dzbLf    esse grupo tem como proposito ser um espaço de intercomunicacao basica - onde participantes interessados no tema ambiental expressam expectativas intencoes e convidam para grupos mas focados

ATIVIDADES  NO FSM18 no tema  https://wsf2018.org/es/atividades/categorias/culturas-de-resistencias/  

ENTIDADES  que se focam no tema

A B C D E F G H
culturas 921 https://wsf2018.org/es/grupos/rede-de-educadores-em-museus-bahia-rem-ba/ https://wsf2018.org/es/membros/igorsouza/
culturas 906 https://wsf2018.org/es/grupos/centro-desportivo-de-capoeira-lendario-de-palmares/ https://wsf2018.org/es/membros/jeanssantos/
culturas 897 https://wsf2018.org/es/grupos/comunicacion-y-agitacion-cultural/ https://wsf2018.org/es/membros/vjose1984/
colonial culturas 893 https://wsf2018.org/es/grupos/museologia-para-os-vivos/ https://wsf2018.org/es/membros/leozenha/
culturas 892 https://wsf2018.org/es/grupos/universidade-federal-do-para-campus-altamira-coletivo-de-poetas-marginais/ https://wsf2018.org/es/membros/leozenha/
SP cultura 840 https://wsf2018.org/fr/grupos/grupo-nzinga-de-capoeira-angola/ https://wsf2018.org/fr/membros/iandecastro/
mulheres culturas 828 https://wsf2018.org/en/grupos/acao-criadoras/ https://wsf2018.org/fr/membros/iandecastro/
culturas 827 https://wsf2018.org/en/grupos/gt-cultura/ https://wsf2018.org/en/membros/parrhesia/
culturas 807 https://wsf2018.org/fr/grupos/companhia-de-teatro-esquadrao-da-vida/ https://wsf2018.org/fr/membros/mairocaoliveira/
culturas 805 https://wsf2018.org/fr/grupos/comite-poetico-contra-o-golpe/ https://wsf2018.org/fr/membros/miltondantas/
culturas 804 https://wsf2018.org/fr/grupos/petalas-ao-vento/ https://wsf2018.org/fr/membros/sofi2018/
culutra saude 781 https://wsf2018.org/es/grupos/arte-saude/ https://wsf2018.org/es/membros/carlitus/
cultura 779 https://wsf2018.org/es/grupos/hostil-records/ https://wsf2018.org/es/membros/hostilrecords/
hiphop culturas 759 https://wsf2018.org/es/grupos/rodas-culturais-br-1729635870/
BA cultura 752 https://wsf2018.org/es/grupos/sala-de-leitura-gregorio-luis-ilheus-bahia/ https://wsf2018.org/es/membros/slgl/
culturas 749 https://wsf2018.org/es/grupos/periferarte/
brasil BA culturas 728 https://wsf2018.org/es/grupos/incubadora-sonora/ https://wsf2018.org/es/membros/lindomarluis/
culturas 726 https://wsf2018.org/es/grupos/loca-de-teatro/ https://wsf2018.org/es/membros/heme/
sergipe culturas 717 https://wsf2018.org/es/grupos/grupo-de-trabalho-cultura-sergipe-rumo-ao-fsm/ https://wsf2018.org/es/membros/zezito/
culturas 710 https://wsf2018.org/es/grupos/coletivo-de-resistencia-artistica-periferica/ https://wsf2018.org/es/membros/leticorap/
brasilMG culturas 678 https://wsf2018.org/en/grupos/centro-cultural-ore/ orga O Cecorè – Centro Xultural orè – é uma associação cultural ligada ao Egbé Ilê Ifá, casa de asè da cidade de Uberlândia – MG. Tem como objetivo lutar contra o racismo e promover a diversidade cultural, fundamentando-se nos valores civilizatórios de Orumila Ifá. https://wsf2018.org/en/membros/andrea-ominfasina/
brasil / africa culturas 662 https://wsf2018.org/en/grupos/centro-de-teatro-do-oprimido/ orga O Centro de Teatro do Oprimido, surgido em 1986, é um centro de pesquisa e difusão, que desenvolve metodologia específica do Teatro do Oprimido em laboratórios e seminários, ambos de caráter permanente, para revisão, experimentação, análise e sistematização de exercícios, jogos e técnicas teatrais. Nos laboratórios e seminários são elaborados e produzidos projetos sócio-culturais, espetáculos teatrais e produtos artísticos, tendo como alicerce a Estética do Oprimido.@A filosofia e as ações desta instituição visam à democratização dos meios de produção cultural, como forma de expansão intelectual de seus participantes, além da propagação do Teatro do Oprimido como meio, da ativação e do democrático fortalecimento da cidadania. O CTO implementa projetos que estimulam a participação ativa e protagônica das camadas oprimidas da sociedade, e visam à transformação da realidade a partir do diálogo e através de meios estéticos.@ Dessa forma o Centro de Teatro do Oprimido desenvolve projetos na área da educação, saúde mental, sistema prisional, pontos de cultura, movimentos sociais, comunidades, entre outros. Por conta de sua natureza humanística e do potencial do Teatro do Oprimido, está atuante em todo o Brasil e em países como Moçambique, Guiné Bissau, Angola e Senegal https://wsf2018.org/en/membros/cto312018/
brasil culutral educacao 651 https://wsf2018.org/en/grupos/dialogos-entre-a-roda-de-capoeira-e-a-sala-de-aula/ orga Esta atividade é resultado de uma pesquisa de Mestrado na FEUSP, com um Grupo Coordenado pela Profª Dra. Mônica G.T. do Amaral, que atua nas linguagens das Culturas Afro-Brasileiras e Indígenas.@ É a primeira vez que participo do Fórum Mundial. A intenção deste Grupo é reunir interessados (as) em discutir e/ou relatar a presença da Capoeira na Educação, em cumprimento à Lei 10.639/03, propondo reflexões e atividades musicais e corporais do Ritual do Jogo da Capoeira. https://wsf2018.org/en/membros/mestrevaldenor/
ARgentina culturas 637 https://wsf2018.org/en/grupos/movimiento-popular-la-dignidad/ orga Frente CUltural del movimiento popular la dignidad, organización social y política de Argentina https://wsf2018.org/en/membros/mavi/
Brasil culturas 624 https://wsf2018.org/en/grupos/posse-pce-e-movimento-hip-hop-de-lauro-de-freitas/ GT movimento hip hop https://wsf2018.org/en/membros/tourinho/
Brasil mulheres culturas 619 https://wsf2018.org/en/grupos/deslimites-mediacoes-artisticas/ orga Deslimites, mediações artísticas é um coletivo de artistas – Ana Brandão, Naiara Rezende, Nefertiti Altan, Nirlyn Seijas, Thiago Cohen – que desde 2014 propõe diversas ações estéticas, cênicas, políticas e formativas atravessando discussões transversais – emancipação, feminismo, descolonização do saber – com dança, com a finalidade de testar formas alternativas de vida, de arte, de relações, de comunidade, de mundo. São propositores do programa de mediação cultural para instituições “Deslimites”, da ocupação doméstica “Corpo em Casa”, e dos trabalhos cênicos “Há violência no Silêncio?”, “O Horizonte é quando a vista deita os enganos do mundo”, “Mujerzuela”, “Demolições”, dentre outras. Atualmente ocupam a o espaço do CINE XIV em parceira com o Circuito Saladearte, propondo dentre outras exibições a Mostra Pornô Feminista e o F°DA – Festival Ornitorrinco de Dança Audiovisual. https://wsf2018.org/en/membros/deslimites/
brasil cultura 599 https://wsf2018.org/en/grupos/bankoma/ orga Grupo de dança folclórica https://wsf2018.org/en/membros/laupas/
finland culturas 593 https://wsf2018.org/en/grupos/parasite-radio/ orga Parasite Radio is an international effort of producing streaming radio content including soundscapes and sonic experiments. While attempting follow the avant-garde spirit of creatively abusing the limits of the radio medium via online and short-range spectrums, the experiment presents collaborative alterations in the radio mediums to enable telematic appropriations of the Signals between the North and the South. https://wsf2018.org/en/membros/mikkolipiainen/
BRasil culturas 582 https://wsf2018.org/es/grupos/grupo-de-trabalho-de-cultura/ GT É um grupo responsável pelas articulações de artistas, entidades , movimentos e grupos , organização e seleção do cadastro das atividades culturais tanto nas intervenções, programações quanto nos shows https://wsf2018.org/es/membros/ametista/
Brasil culturas 572 https://wsf2018.org/es/grupos/rede-nacional-de-bibliotecas-comunitarias/ orga A Rede Nacional de Bibliotecas Comunitárias – RNBC surgiu de um processo histórico, social, cultural e político que culminou na organização em rede de bibliotecas comunitárias em várias cidades do país. São espaços de leitura, criados e mantidos por organizações sociais e culturais em comunidades e regiões metropolitanas onde existe grande carência de atuação do Estado na garantia de direitos básicos. Existente desde 2015, a RNBC conta atualmente com 11 Redes Locais, e 115 Bibliotecas Comunitárias nos estados do Pará, Maranhão, Ceará, Pernambuco, Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro com o compromisso de crescer, articulando mais bibliotecas comunitárias que desejem se integrar para fortalecer esse movimento de luta pela garantia do direito à leitura, ao livro, à literatura e à biblioteca. https://wsf2018.org/es/membros/maraesteves/
BrasilCE culturas 525 https://wsf2018.org/en/grupos/o-corpo-sem-orgaos-sarau-rizoma/ orga Sarau independente e autogerido, há 3 anos em atividade mensal em periferias da cidade de Fortaleza no estado do ceará; propondo artes diversas através de parcerias com artistas independentes das periferias https://wsf2018.org/en/membros/jamswillame/
BrasilCE culturas 524 https://wsf2018.org/en/grupos/okupacao/ orga Grupo em ação, onde realizamos varias movidas nas periferias das cidades de Fortaleza, Transbordando cultura, desde o primeiro olhar. Com realização de oficinas desde praticas teatrais e percussões, até rodas de conversas e saraus. Alem de ações culturais com a duração de 12 horas exaltando da periferia sua cultura. https://wsf2018.org/en/membros/naul/
india educacao culturas 516 https://wsf2018.org/en/grupos/shree-krishna-education-cultural-trust/ orga all the members are working towards rural development and community services in the field of education, health issues, women empowerment and water literacy & conservation programmes. this organisation works for all age group people. senior citizens, day care centre and “Will” making seminars is regularly conducted. https://wsf2018.org/en/membros/drsnehaldonde/
BrasilSP culturas 512 https://wsf2018.org/en/grupos/reggarte/ orga Somos do projeto ReggArte, cultura e arte da capital paulista, além de artistas somos ativistas, lutamos com questões da cultura, das Pessoas Com Deficiências e da mulher.@ Nosso projeto é social e cultural, atualmente estamos preparando o musical Adoradores que será com dança de cadeiras de rodas, tradução para libras e aúdio descrição, ganhador do Fomento a Cultura da Periferia de São Paulo https://wsf2018.org/en/membros/reggarte/
brasilBA culturas 497 https://wsf2018.org/es/grupos/abam/ orga Associação das Baianas de Acarajé, Mingau, Receptivo, e Similares https://wsf2018.org/es/membros/baianasdabahia/
brasilRJ joven culturas 493 https://wsf2018.org/es/grupos/coletivo-crua/ orga Coletivo de artes integradas,formado por jovens de periferias do Rio de Janeiro,que se uniram no intuito de produzir audiovisual com o recorte na questão racial e socioeconômica no Brasil. https://wsf2018.org/es/membros/r-mends/
Brasil culturas 489 https://wsf2018.org/es/grupos/hip-hop/ tout ela criação de um pensamento coletivo para gestão de projetos no Hip Hop ligados à área de políticas públicas. Pela unificação do movimento Hip Hop na América Latina. Pela defesa do uso do espaço público pelas manifestações artísticas. Pela criação e implementação de leis municipais, estaduais, federais e internacionais que garantam investimento e visibilidade para as ações do movimento cultural que mais dialoga com todas as periferias e minorias em todo o mundo. O Hip Hop é um movimento de luta e resistência na defesa incansável dos direitos dos povos. A nossa luta é a mesma! https://wsf2018.org/es/membros/tazmureb/
Brasil culturas 475 https://wsf2018.org/es/grupos/rodas-culturais-br/ orga Núcleo para debate das ações das Rodas Culturais em todo Brasil. Pela legalidade e legitimização das Rodas e Encontros Culturais de RUA em todo território nacional. Circuito Carioca de Ritmo e Poesia CCRP @ Roda Cultural da Amálgama @Roda Cultural de Cabo Frio @Roda Cultural de Macaé @Roda Cultural de Conceição do Macabu @Conexão Favela Arte https://wsf2018.org/es/membros/tazmureb/
brasil culturas 473 https://wsf2018.org/es/grupos/artebra/ orga A Associação Cultural Arte Brasileira [ARTEBRA] é uma entidade sem fins lucrativos, dedicada à educação e à assistência social, visando desenvolver a sensibilidade, a intelectualidade e o pensamento crítico que toda sociedade precisa para evoluir e se tornar culturalmente independente, democraticamente sólida e economicamente próspera e justa. [ENGLISH] The Brazilian Art & Culture Association is a non-profit organization, dedicated to Education and Social Support, seeking to develop the sensitivity, the intellect and the critical thinking that a society need in order to evolve and become culturally independent, democratically strong and economically prosperous and just. https://wsf2018.org/es/membros/artebra/
América Latina, França, Israel, Moçambique, Portugal e Canadá. mulheres culturas 471 https://wsf2018.org/es/grupos/frente-nacional-de-mulheres-no-hip-hop/ orga A Frente Nacional de Mulheres no Hip Hop (FNMH2) , Coletivo de Mulheres ativas da Cultura Hip Hop, está representada em mais de 15 Estados no Brasil, que vem desde março de 2010, realizando e ampliando seu leque de ações em prol da liberdade feminina, destacando a importância da participação das mulheres na sociedade através de atividades temáticas, formação cultural, social, política e de cidadania. Vale destacar, que realizamos atividades pontuais conforme Agenda que envolve ações como: Debates, Fóruns, Oficinas, Shows, Workshops, Capacitação e Formação, suporte técnico, Elaboração de Projetos Sociais e Culturais. A FNMH2, está em intercâmbio internacional com os países da América Latina, França, Israel, Moçambique, Portugal e Canadá. https://wsf2018.org/es/membros/gthiphopsalvador/
Brasil culturas 458 https://wsf2018.org/en/grupos/projeto-de-rodas-culturais/ orga Coletivo de atividades culturais que incluem todos elementos abrangentes da cena hip hop e mais variáveis que estão sempre a volta da cultura. https://wsf2018.org/en/membros/vulgothai/
BrasilRJ culturas 454 https://wsf2018.org/en/grupos/coletivo-urbano-buziano/ orga Coletivo criado em 2014 por motivo de necessidade de organização do manifesto popular relacionados a utilização de espaços públicos e propagação da cultura Hip-hop pricipalmete na periferia de Armação dos Búzios RJ. Atividades direcionada a população jovem que enfrenta a vulnerabilidade social. https://wsf2018.org/en/membros/tioleo/
Brasil mulheres culturas 453 https://wsf2018.org/en/grupos/soul-di-rua/ orga Coletivo feminino de comunicação, dentro do movimento hip Hop. https://wsf2018.org/en/membros/beccavilaca/
BrasilBA culturas 449 https://wsf2018.org/es/grupos/rede-iteia-net/ orga Pontão de Cultura Digital e Ponto Nacional de Mídia Livre sediado em Recife que atua a mais de 10 anos com apoio a rede dos pontos de cultura em ações https://wsf2018.org/es/membros/jatoba/
Brasil hip-hop culturas 433 https://wsf2018.org/es/grupos/casas-de-cultura-hip-hop-br/ comite Grupo para a elaboração de propostas alem do Fórum para a construção de Casas de Cultura Hip Hop autonomas e sem vinculos governamentais nos Estados. https://wsf2018.org/es/membros/tazmureb/
BrasilRJ hip-hop culturas 431 https://wsf2018.org/es/grupos/hip-hop-rj/ comite Grupo de organizacao e planejamento das atividades socio culturais do Hip Hop Rio de Janeiro durante o Forum Social Mundial https://wsf2018.org/es/membros/tazmureb/
Brasil culturas 429 https://wsf2018.org/es/grupos/editora-galinha-pulando/ orga A editora Galinha Pulando realiza concurso literário desde 2005, com inscrição gratuita, com objetivo de selecionar poemas para posterior publicação em livro. Já foram publicados mais de quinze antologias com p https://wsf2018.org/es/membros/valdeck2007/
BrasilRJ culturas 428 https://wsf2018.org/es/grupos/trancas-artisticas/ gt Trabalho fazendo Tranças desde 1970 na cidade do RIO de Janeiro e lancei no Atelier com Mestre LUA as primeiras Tranças Afros no Pelourinho Bahia . Hoje faço Tranças Artísticas na boa intenção de evitar o uso ab https://wsf2018.org/es/membros/margaridadesouza/
BrazilSP educacao culturas 422 https://wsf2018.org/es/grupos/servico-social-do-comercio-sesc-sp/ orga O Sesc – Serviço Social do Comércio – é fruto de um sólido projeto cultural e educativo que trouxe, desde sua criação pelo empresariado do comércio e serviços em 1946, a marca da inovação e da transform https://wsf2018.org/es/membros/marinaherrero/
BrasilRJ migracoes culturas 409 https://wsf2018.org/es/grupos/grupo-pet-conexoes-de-saberes-em-producao-cultural/ orga O grupo PET- Conexões de Saberes em Produção está situado no campus Nilópolis, do IFRJ. Nilópolis é um município da Baixada Fluminense, localizado na região metropolitana do Rio de Janeiro. Esta região é habitad https://wsf2018.org/es/membros/madvozes/
culturas 395 https://wsf2018.org/es/grupos/casa-baiana-de-integracao-cultural-latino-americana-cabincla/ orga Casa de Cultura Latino Americana na Bahia – promotora de eventos culturais, intervenções eco-culturais, mostra de cinema, literatura, poesia, artes plasticas. Com exposição permanente e itinerante em vários continentes https://wsf2018.org/es/membros/larswestman/
brasilBA culturas 379 https://wsf2018.org/es/grupos/poeta-com-p-de-preto/ orga Rilton Junior (Poeta com P de Preto) é Pai, Agente Cultural, ator, arte-educador, apresentador do Slam da Raça, compõe o Grupo de Poesia Resistência Poética além de ser Intérprete de suas vivências.Atua como poeta nos coletivos da cidade utilizando a literatura preta como peça fundamental para o dialogo com a comunidade soteropolitana buscando plantar a semente da descolonização mental, Junto ao Resistência Poética que um dos grupos precursoresda literatura preta periférica em salvador, foi a 9° Bienal da Une, Festival de Lençóis na Chapada Diamantina, Festival Negra América, e muitos saraus espalhados por toda a nossa cidade. Tem poesias publicadas no Prêmio Literário Galinha Pulando 2015, Jovem Afro “Antologia Literária Nacional” além, de ter sua publicação independente que é “A poesia é o meu trabalho” um livreto com 10 poesias autorais.No Teatro já passou pela Cia Psicodélicos de Teatro; Bando de Teatro Sem Nome; Teatro Gil Santana; e agora trabalha seu primeiro trabalho autoral solo, “Vitimistas não, Vitimizados” onde trás uma serie de questionamentos sobre a situação da juventude preta em nossa cidade, trabalho esse que surgiu junto a uma luta de aliados no combate ao racismo através do teatro preto na Escola de Teatro da UFBA, a Organização Dandara Gusmão.A Sua Poesia de Revolução Verbaldá voz a juventude soteropolitana,que a tempos vem sendo silenciadapela opressão institucional e pisicologica.Residente do Bairro de Nova Brasília de Itapuã onde junto com o grupo Raça de Capoeira realiza ações comunitárias pelas periferias de Itapuã, como o Slam da Raça, o Raça em Prosa e o Raça Sem Fome, projetos que são somente ferramentas de diálogo mas também enfrentamento ao Racismo.O poeta relata as mazelas do gueto,é como um grito que soa das comunidades carentes de Salvador, contra a opressão racial, policial, o machismo imposto a todo homem negro pela busca de uma tal masculinidade, a intolerância religiosa, a desigualdade social, dentre tantas outras questões que atingem a população afrodescendente soteropolitana.” Na literatura a anistiaa poesia pretaé a minha alforria,pra essa sociedade escravagista ”
https://wsf2018.org/es/membros/riltonjunior/
brasilRS culturas 366 https://wsf2018.org/es/grupos/figueira-negra/ orga Movimento de produtores negros de Alvorada /RS, responsável pele criação de dois filmes documentários que contam a história do povo negro da cidade de Alvorada no Rio Grande do sul https://wsf2018.org/es/membros/john/
culturas 324 https://wsf2018.org/fr/grupos/marias-felipas/ orga Coletivo Feminista de Capoeira reunindo grupos de mulheres capoeiristas, militantes feministas e praticantes pesquisadoras da capoeira. https://wsf2018.org/fr/membros/criszom/
brasilSP agricultura culturas 307 https://wsf2018.org/fr/grupos/samauma-residencia-artistica-rural-sarar/ orga A SAMAUMA Residencia Artística Rural é um espaço de pesquisa, ensino e criação artística e permacultural localizada na Serra do Mar {Mogi das Cruzes-SP}. https://wsf2018.org/fr/membros/vik/
culturas 277 https://wsf2018.org/fr/grupos/clic-critica-literaria-e-identidade-cultural-uneb/ gt Trata-se de grupo de pesquisa com pesquisadores vinculados à instituições de ensino superior sob as temáticas critica literária e identidade cultural. https://wsf2018.org/fr/membros/gildeci/
culturas 274 https://wsf2018.org/fr/grupos/poesia-de-favela/ orga Grupo de Rap formado em Ilhéus, que luta e resiste através do ritmo e da poesia e que desenvolve ações sociais em diversas comunidades https://wsf2018.org/fr/membros/pawlistapdf/
braseilPN culturas 267 https://wsf2018.org/fr/grupos/federacao-pernambucana-de-cineclubes-fepec/ orga A Federação Pernambucana de Cineclubes é uma associação civil, na forma prevista pelo Código Civil Brasileiro, sem fins lucrativos, sem cunho partidário e/ou religioso, fundada em 16/julho/2008, com sede provisória no Centro de Cultura Luiz Freire Rua 27 de Janeiro, 181, Carmo, Olinda, Pernambuco. Federação Pernambucana de Cineclubes através do cinema desenvolve ações sócio-educativas, formativas, de qualificação e difusão cultural com ênfase na cultura audiovisual nacional. Reúne sob a forma de união federada os cineclubes, clubes de cinema e entidades congêneres de difusão de conteúdo audiovisual, existentes no Estado de Pernambuco que promovam a inclusão social através do cinema. https://wsf2018.org/fr/membros/yanaragalvao/
culturas 265 https://wsf2018.org/fr/grupos/teatro-popular-de-ilheus/ orga Fundado em 1995 com o objetivo de fortalecer a identidade cultural e o teatro popular como mecanismo de transformação social, o grupo se caracteriza pela diversidade de suas montagens, intervenções artísticas e apresentações. O diálogo da cultura popular com a pesquisa sobre o Teatro Épico alimenta o conceito deste projeto que, atualmente, referencia o grupo como um dos mais produtivos do Brasil. https://wsf2018.org/fr/membros/teatropopulardeilheus/
culturas 253 https://wsf2018.org/fr/grupos/associacao-baoba-de-canto-coral/ gt Associação sem fins lucrativos de canto coral https://wsf2018.org/fr/membros/umbelino/
brasilBA culturas 250 https://wsf2018.org/fr/grupos/coletivo-pe-de-poeta/ comite O coletivo pé de poeta é construído por artistas, das diversas linguagens artísticas, dos bairros de Itinga, centro de Lauro de Freitas e adjacências da região metropolitana de Salvador. O coletivo, baseado nas técnicas do teatro da/do oprimida/oprimido idealizadas por Augusto Boal, pretende e entende que a transformação da sua comunidade virá através da arte, encenando a vida para que possa mostrar possibilidades de mudança para as crianças, jovens e adultos. https://wsf2018.org/fr/membros/pedepoeta/
mnegro culturas 244 https://wsf2018.org/fr/grupos/letras-perifericas/ gt É um grupo de trabalho que irá discurtir formas e experiencia sobre o incentivo a leitura e escrita nas periferias do Bsrasil.
O grupo é formado por escritores, simpatizantes, agentes literários, estudantes, professores e interessados em geral no formento da literatura negra nas periferias.
https://wsf2018.org/fr/membros/prm/
culturas 232 https://wsf2018.org/fr/grupos/bando-mare-de-marco/ orga Grupo de Capoeira Angola, arte tradicional brasileira com raízes africanas, que reúne dança, luta, expressão corporal e filosofia de vida. https://wsf2018.org/fr/membros/bandomare/
culturas 222 https://wsf2018.org/es/grupos/cineclube-socioambiental-em-prol-da-vida/ orga Coletivo de Arte, Cultura e Educação Ambiental para a Sustentabilidade. O Cineclube Socioambiental “EM PROL DA VIDA” nasceu da interatividade de Coletivos de Arte e Cultura em ações rumo à Rio+20/Cúpula dos Povos. Desde então, promove encontros itinerantes em espaços de reflexão e diálogo acerca de temas relacionados à sustentabilidade socioambiental. Através de sessões de exibição de filmes, vídeos e documentários – potencializadas por rodas de conversas – o Cineclube vem fomentando “espaços educadores” que sensibilizam e provocam para a ação. Além de espaço exibidor e promotor de diálogos para reflexão e ação, o Cineclube incentiva a produção de vídeos que tenham a “sustentabilidade da vida” – de todas as espécies que habitam este planeta – como eixo norteador, rumo a um “outro mundo possível”, na perspectiva das Sociedades Sustentáveis. https://wsf2018.org/es/membros/doroty/
comunicacao culturas 218 https://wsf2018.org/es/grupos/espaconave-criativa/ orga Desde 2015 vem produzindo uma Comunicação Criativa e Artivista em parceria e apoio com os grupos de militância e militantes autônomos com quem vêm criando redes:– Produção, divulgação e distribuição de material imagético (audiovisual, vídeos, filmes e fotografias), assim como conteúdo para rede social de segmentos da sociedade civil organizada fazendo recorte de gênero e raça;– Apoio e realização de ações pontuais, isoladamente ou por meio de parceria, convênios, acordos e contratos nas áreas da Comunicação, Cultura, Cidadania e da Defesa e garantia de direitos dos segmentos da sociedade civil organizada fazendo recorte de gênero e raça;– Apresentação e discussão de uma produção cultural alternativa e popular;– Realização de treinamentos, oficinas, capacitação e qualificação profissional na área da Comunicação Popular e Artivista para segmentos da sociedade civil organizada fazendo recorte de gênero e raça;– Incentivar, apoiar, realizar eventos, mobilizações, debates públicos e outras modalidades de ações que visem à conscientização e sensibilização da população nas áreas de interesse do grupo
https://wsf2018.org/es/membros/espaconavecriativa/
Brasil culturas 212 https://wsf2018.org/es/grupos/grito-do-livro-viva-a-leitura/ orga movimento social e cultural de articulação institucional, mobilização popular e controle social de políticas de acesso ao livro, à leitura, à produção e difusão literária e criação e manutenção de pontos de acesso à informação, de memórias culturais locais e de bibliotecas comunitárias. https://wsf2018.org/es/membros/cleidecs-soares/
culturas 190 https://wsf2018.org/es/grupos/nido-colibri/ orga Somos un grupo de trabajo interdisciplinario y comunitario que opera en una zona rururbana en la zona andina de Colombia. Como su nombre lo indica el nido colibrí acoge y propicia el crecimiento de identidades culturales en diálogo con el mundo, sin olvidar de dónde venimos y cual es el lugar que habitamos. Somos dinamizadores culturales, nuestra principal herramienta de transformación es la educación popular para propiciar intercambios de saberes y construcción colectiva de conocimientos que respondan a las necesidades de nuestros territorios.
El colibrí es nuestro símbolo de identidad porque nos movemos para difundir nuestras ideas y “fecundar la tierra” con semillas de esperanza y libertad y hacer renacer el pensamiento latinoamericano.
https://wsf2018.org/es/membros/valecoca/
BrasilMG culturas 186 https://wsf2018.org/es/grupos/linhas-do-horizonte-mg/ orga O Linhas do Horizonte é um grupo de mulheres e homens de esquerda que faz política por meio de bordados. Somos o Linhas do Horizonte – Bordando Politica e Por Justiça. Participamos de todas as manifestações com este objetivo que acontecem em Belo Horizonte, em especial. Nossas faixas e mantas já são conhecidas e ilustraram várias atividades. Estão todas registradas na nossa página no facebook: https://www.facebook.com/linhasdohorizontebh/ https://wsf2018.org/es/membros/marciabrandao2010/
culturas 183 https://wsf2018.org/es/grupos/bem-comum/ gt Agrupamento soteropolitana de artistas que trabalha questões relativas à reivindicação da autonomia e soberania e busca estabelecer um diálogo com a estética e a democratização da cultura. https://wsf2018.org/es/membros/ineslinke/
culturas 181 https://wsf2018.org/es/grupos/grupo-botequim/ gt O Grupo Botequim é um coletivo de músicos e pesquisadores do samba tradicional brasileiro fundado no ano de 2006 na cidade de Salvador-Bahia https://wsf2018.org/es/membros/pedrabib/
culturas 179 https://wsf2018.org/es/grupos/enrolado-na-raiz/ gt Equipe de realização do documentário Enrolado na Raiz. https://wsf2018.org/es/membros/caracol/
culturas 177 https://wsf2018.org/fr/grupos/ponto-de-cultura-estrela-guia/ gt GT Cultura Popular https://wsf2018.org/fr/membros/iara/
culturas 175 https://wsf2018.org/fr/grupos/grupo-apuama/ gt O Grupo Apuama formado por Marcelo Maia (Voz e violão de nylon), Léo Jesus (Percuteria), Marcelo Fonseca (Violino e Rabeca) e Gil Meireles (Baixo), https://wsf2018.org/fr/membros/grupoapuama/
culturas 172 https://wsf2018.org/fr/grupos/baiei-na-bahia/ comite Cento de Praticas Sabores e Saberes da Terra Afro-Indígenas: o grupo Baiei na Bahia é um grupo de Tambor de Crioula do Maranhão que nasceu na Bahia e https://wsf2018.org/fr/membros/pretakalunga/
culturas 169 https://wsf2018.org/fr/grupos/congos-de-combate-de-sao-goncalo-do-amarante/ orga O Auto dramático dos Congos de Calçola de São Gonçalo do Amarante RN mostra por meio de mitos, danças, ritmos e oralidades, a beleza da cultura https://wsf2018.org/fr/membros/annydantas/
culturas 167 https://wsf2018.org/fr/grupos/colabor/ gt O Auto dramático dos Congos de Calçola de São Gonçalo do Amarante RN mostra por meio de mitos, danças, ritmos e oralidades, a beleza da cultura https://wsf2018.org/fr/membros/annydantas/
culturas 166 https://wsf2018.org/fr/grupos/grupusina-de-teatro/ orga Coletivo de artistas e produtores. https://wsf2018.org/fr/membros/uarlenbecker/
culturas 136 https://wsf2018.org/fr/grupos/electric-dance/ orga Apresentação de Danças, Grafite, Teatro, Rap, Sarau, Poesia, Cordel. https://wsf2018.org/fr/membros/ivanilton/
culturas 135 https://wsf2018.org/fr/grupos/associacao-recreativa-carnavalesca-afoxe-alafin-oyo/ comite O Afoxé Alafin Oyó tem suas origens na ala de Xangô do Ilê de África, o primeiro afoxé pernambucano fundado em Olinda-PE em 1980. Com o fim d https://wsf2018.org/fr/membros/chiquinho/
culturas 134 https://wsf2018.org/fr/grupos/cisma-cia-de-teatro/ orga Grupo teatral formado em 2017 no processo de montagem do espetáculo A Ilha, que tem como ponto de partida as histórias de vida de Raimunda e João, https://wsf2018.org/fr/membros/edilmendes/
culturas 130 https://wsf2018.org/fr/grupos/fronteras-culturales/ orga Fronteiras Culturais/Fronteras Culturales é um movimento autônomo, formado por artistas, produtores, mestres, pesquisadores e coletivos https://wsf2018.org/fr/membros/ralmeida/
academico culturas 125 https://wsf2018.org/fr/grupos/giro-design-social/ gt O projeto educacional GiRO Design Social foi criado em 2005, no Liceu de Artes e Ofícios da Bahia pela arquiteta, designer e educadora Maria Helena
mulheres culturas 102 https://wsf2018.org/fr/grupos/instituto-omolara-brasil/ orga Desenvolvimento de atividade https://wsf2018.org/fr/membros/omolara/
mulheres culturas 101 https://wsf2018.org/fr/grupos/companhia-umadaoutra-de-teatro/ gt Grupo artístico, fundado em 2009 por Fernanda Crescencio e Kátia Letícia que, desde então, cria monta espetáculos autorais, sempre com temáticas relacionadas às questões de interesse social. Atualmente, trabalha na execução do projeto “Um paraíso para Eva”, que atua no empoderamento de mulheres não acadêmicas através da criação literária. https://wsf2018.org/fr/membros/katia-leticia/
culturas 82 https://wsf2018.org/grupos/oxe-literatura-baiana-contemporanea/ orga O coletivo oxe: literatura baiana contemporânea atua na promoção do acesso á leitura e por meio da literatura promove debates sobre questões sociais e https://wsf2018.org/es/membros/preto2526/