• intercomweb18 mapeo ESS

last modified February 4 by facilitfsm


MAPEO 325 ESS  ( columnas A a N en amarillo) 

Aqui una propuesta mapeo ESS seleccionando 33 grupos entre los 325 primeros grupos creados en el sitio fsm2018.org De ahi su nombre Mapeo 325 ESS

(veja explicacoes abaixo da tabela) 

    Para ser activx en la intercomunicacion EcoSS usando este mapeo sumate al grupo whatsappp  https://chat.whatsapp.com/JytEoZ1Iks40mkNwkNhuGK
    Ahi tendras acceso al tablero para comentarlo e agregar ideas propuestas de contactos 

     

    en amarillo las palabra de seleccion para cada grupos del mapa el idioma ! # cronologico grupos Grupo Whatsapp GA GA
    preparacion de actividad
    las celdas de este color en esta columna llevan acciones por hacer acerca de GA "Mapa-tablero 325 ESS"

    GP
    presencia organizaciones
    las celdas de este color llevan acciones por hacer acerca de GI GI
    impulsion de iniciativa
    Grupo Whatsapp GI desde el perfil de uno puede enviar mensaje a sus amigos pulsar en esta columna para entrar a la pagina de la persona y enviar le un mensaje publico o privado para escribir ir a varias personas a la vez desde un grupo del cual uno es miembro e usar varios de estos nombres @xxxx
    A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T
    geografia tema2 tema lingua numero cronologico Whatsapp GA nome grupo GA GP <> GA <>GI nome grupo GP GP <> GI <> GA nom gupo GI Whtasapp GI pessoas tipo subtipo abertura 150LEFT TEXTO admin @admin
    india land agricultura EN 325 whatsapp room GASa325 https://chat.whatsapp.com/Le4oBsjpA0IHU1UPqFxr0j https://wsf2018.org/fr/grupos/ga-freedom-for-landless/ GA325 <?> GI191 possible relationship between giving land and educating in ESS those who received the land ? GA Land for the landless with the background of the land gift movement. Gender equality and education for peace. Land for the landless with the background of the land gift movement. Gender equality and education for peace. https://wsf2018.org/fr/membros/samuday/ @samuday
    moradia ESS 313 https://wsf2018.org/fr/grupos/instituto-de-desarrollo-urbano-cenca/ orga El Instituto de Desarrollo Urbano – CENCA, es un organismo sin fines de lucro especializada en temas de desarrollo territorial, mejoramiento del hábit El Instituto de Desarrollo Urbano – CENCA, es un organismo sin fines de lucro especializada en temas de desarrollo territorial, mejoramiento del hábitat y medio ambiente, género y economía solidaria. Contribuye en el desarrollo de capacidades y en el diseño de políticas públicas y en sus actividad prioriza el trabajo con organizaciones sociales y gobiernos locales. https://wsf2018.org/fr/membros/marie-bouret/ @marie-bouret
    brasilSP agricultura cultura 307 https://wsf2018.org/fr/grupos/samauma-residencia-artistica-rural-sarar/ orga A SAMAUMA Residencia Artística Rural é um espaço de pesquisa, ensino e criação artística e permacultural localizada na Serra do Mar {Mogi das Cruzes-S A SAMAUMA Residencia Artística Rural é um espaço de pesquisa, ensino e criação artística e permacultural localizada na Serra do Mar {Mogi das Cruzes-SP}. https://wsf2018.org/fr/membros/vik/ @vik
    cultura ESS 296 https://wsf2018.org/es/grupos/fazendo-com-as-maos/ gt Exposição de artes e artesanato Exposição de artes e artesanato https://wsf2018.org/es/membros/gfm2018/ @gfm2018
    ESS 286 https://wsf2018.org/fr/grupos/comunidade-sabor/ orga Criação de negócios de alto impacto para populações de baixa renda;
    Inventario de receitas geracionais
    Criação de negócios de alto impacto para populações de baixa renda;
    Inventario de receitas geracionais
    https://wsf2018.org/fr/membros/alinemarianne/ @alinemarianne
    sustentabilidade
    ESS EN 284 Cuales GPs se interesarian en GI284 del punto de vista ESS ? leer la descripcion del grupo Columna Q e R para apreciar si podria esta interessado en la iniciativa https://wsf2018.org/fr/grupos/gi-developping-a-global-network-of-fearless-cities-for-just-transition-globally/ comité GI In social justice, climate responsibility, migration policies and anti-rasism, in building democratic, local currencies and tax haven free economies “ In social justice, climate responsibility, migration policies and anti-rasism, in building democratic, local currencies and tax haven free economies “transition cities” and “fearless cities” are quickly emerging as innovative actors which bring new hope to all suffering the consequences of the authoritarian capitalist world system.This session seeks to bring together local activists from the fearless cities movement to share ideas and inspire each other. The session may serve as the starting point for a global network of Fearless Cities for Just Transition Globally. This initiative is co-impulsed by SADED-Nepal https://wsf2018.org/en/grupos/south-asian-dialogues-on-ecological-democracy-nepal/ and Vashudaiva Kutumbakam https://wsf2018.org/en/grupos/vasudhaiva-kutumbakam-network/.
    It will be discussed and presented and discussed in https://wsf2018.org/en/grupos/ga-fearless-cities-as-world-political-actors/. This initiative (inisa4) is described here: http://openfsm.net/projects/gcc-iniciativas/gccifsm2018-inisa4.
    We will use the IniSa4 GNFCities whatsapp group here( you are welcome to join) : https://chat.whatsapp.com/GVKJc9LMmP12iH205KbCjO
    https://wsf2018.org/fr/membros/upyakurel/ @upyakurel
    india ESS ngo 278 https://wsf2018.org/fr/grupos/trirandrum-social-service-society/ EN orga Trivandrum Social Service Society is a Non Governmental Organization, Kerala, India. We are three persons representing the organization. 1. Fr. Lenin Trivandrum Social Service Society is a Non Governmental Organization, Kerala, India. We are three persons representing the organization. 1. Fr. Lenin Raj Thanka Raj, 2. Fr. Sabbas Ignatius George Nirmala, 3. Suja https://wsf2018.org/fr/membros/leninraj/ @leninraj
    sustentabilidade
    238 https://wsf2018.org/fr/grupos/dsn-desenvolvimento-sociedade-e-natureza/ gt GRUPO FOCALIZA RELAÇÕES ENTRE SOCIEDADE E NATUREZA COM CENTRALIDADE NA PRODUÇÃO MATERIAL E SOCIAL DA VIDA, DE MODO A PRODUZIR CONHECIMENTOS QUE POSSAM GRUPO FOCALIZA RELAÇÕES ENTRE SOCIEDADE E NATUREZA COM CENTRALIDADE NA PRODUÇÃO MATERIAL E SOCIAL DA VIDA, DE MODO A PRODUZIR CONHECIMENTOS QUE POSSAM SER APROPRIADOS NA GESTÃO REGIONAL E URBANA FAVORÁVEIS À SUSTENTABILIDADE SÓCIO-AMBIENTAL. ESTUDA TERRITÓRIOS CONTEMPLANDO A CONDIÇÃO DE RURALIDADE COMO RELAÇÃO MAIS DIRETA COM A NATUREZA; QUER COMO FONTE DE PRODUÇÃO MATERIAL, QUER COMO REFERÊNCIA CULTURAL NO DESENVOLVIMENTO HUMANO. A RELAÇÃO COM A NATUREZA QUALIFICA O DESENVOLVIMENTO HUMANO NA ANTROPIZAÇÃO DO LUGAR INTERIORANO OU OCEÂNICO; NA FORMA DE UTILIZAÇÃO PRODUTIVA OU DE RECREAÇÃO, E COMO FATO GERADOR DE CRIME AMBIENTAL. NO DESENVOLVIMENTO SE ESTABELECEM RELAÇÕES ENTRE SUSTENTABILIDADE SOCIOAMBIENTAL E PADRÕES DE DESENVOLVIMENTO, EM TORNO DO POTENCIAL DOS SUJEITOS E ORGANIZAÇÕES SOCIAIS NA CONSTRUÇÃO DA SUSTENTABILIDADE TERRITORIAL DO DESENVOLVIMENTO, SEGUNDO DIFERENTES CONTEXTOS ESPACIAIS. NESSE ÂMBITO, A SENSIBILIDADE GEOFÍSICA DO AMBIENTE COSTEIRO. https://wsf2018.org/fr/membros/deboraclp/ @deboraclp
    sustentabilidade
    235 https://wsf2018.org/fr/grupos/a-literatura-nas-periferias-multiplas-estrategias-de-resistencia-popular-para-o-horizonte-de-territorios-saudaveis/ gt Os territórios socio ambientalmente vulnerabilizados de centros urbanos, seja com denominações de favelas ou comunidades, detém entre tantas práticas Os territórios socio ambientalmente vulnerabilizados de centros urbanos, seja com denominações de favelas ou comunidades, detém entre tantas práticas de resistência popular também os núcleos de produção literária. Daí que saraus poéticos, rodas de hip hop, feiras de livros, bibliotecas comunitárias, produção de cartoneiras, residências literárias e até editoras independentes locais, têm conseguido não apenas mobilizar a juventude local ao redor da palavra (literária), como também, com diferentes metodologias, consegue incentivar a criação de narrativas sobre ou a partir da experiência desses territórios de alta vulnerabilidade social. Os resultados, no mais das vezes, apontam para um horizonte de “território saudável”, que, diante das iniquidades presentes nos determinantes sociais da saúde nesses territórios, é um tensionamento mais do que bem vindo para ativar redes de participação popular. Torna-se importante o debate sobre como as várias experiências – de coletivos e movimentos sociais – que lidam com a literatura possam criar intercâmbio mais constante e, principalmente, a partir de mapeamento prévio de suas táticas, buscar unir esses coletivos e movimentos para a formação de uma rede que possa, impreterivelmente, se organizar para propor e discutir as políticas públicas que potencializem esse direito da classe trabalhadora ao livro, à leitura, à fabulação literária e ao mergulho na criticidade compartilhada e coletiva.
    https://wsf2018.org/fr/membros/favelofagia/ @favelofagia
    brasil ESS agricultura 213 https://wsf2018.org/es/grupos/rede-panc-bahia/ gt No mundo existem milhares de espécies de plantas alimentícias, mas utilizamos uma parcela insignificante desta vasta diversidade biológica.
    As plantas
    No mundo existem milhares de espécies de plantas alimentícias, mas utilizamos uma parcela insignificante desta vasta diversidade biológica.
    As plantas alimenticias não convencionais são frutos, folhas ou raízes que comunidades tradicionais consumiam e se difundiram em nossa sociedade.Essas plantas são muito nutritivas,saborosas e de fácil cultivo ma ainda hoje são pouco consumidas ecomercializadas.
    Somos uma articulação de instituições, profissionais e movimentos sociais com o propósito de valorizar e difundir as PANCs no Estado da Bahia. Temos como principais ações organizar encontros para trocas de mudas e sementes, conservar sementes, apoiar hortas comunitárias e divulgar o tema em espaços educativos.
    Por fim, a REDE PANC BAHIA é composta atualmente por uma equipe que envolve professores, pesquisadores, técnicos e estudantes, além obviamente de comunidades e agricultores urbanos e periurbanos.

    http://pancbahia.wixsite.com/redepancbahia
    https://wsf2018.org/es/membros/julianafonsecamelo/ @julianafonsecamelo
    brasil ESS agricultura 213 https://wsf2018.org/es/grupos/rede-panc-bahia/ gt No mundo existem milhares de espécies de plantas alimentícias, mas utilizamos uma parcela insignificante desta vasta diversidade biológica.
    As plantas
    No mundo existem milhares de espécies de plantas alimentícias, mas utilizamos uma parcela insignificante desta vasta diversidade biológica.
    As plantas alimenticias não convencionais são frutos, folhas ou raízes que comunidades tradicionais consumiam e se difundiram em nossa sociedade.Essas plantas são muito nutritivas,saborosas e de fácil cultivo ma ainda hoje são pouco consumidas ecomercializadas.
    Somos uma articulação de instituições, profissionais e movimentos sociais com o propósito de valorizar e difundir as PANCs no Estado da Bahia. Temos como principais ações organizar encontros para trocas de mudas e sementes, conservar sementes, apoiar hortas comunitárias e divulgar o tema em espaços educativos.
    Por fim, a REDE PANC BAHIA é composta atualmente por uma equipe que envolve professores, pesquisadores, técnicos e estudantes, além obviamente de comunidades e agricultores urbanos e periurbanos.

    http://pancbahia.wixsite.com/redepancbahia
    https://wsf2018.org/es/membros/julianafonsecamelo/ https:/wsf2018.org/es/membros/julianafonsecamelo/
    mulheres agricultura 202 https://wsf2018.org/es/grupos/feminismo-luta-das-mulheres/ gt Movimento de mulheres da agricultura familiar. Movimento de mulheres da agricultura familiar. https://wsf2018.org/es/membros/celiaevangelistasantana/ @celiaevangelistasantana
    ESS 194 https://wsf2018.org/es/grupos/acao-social-360/ comite gt Discussão e propostas inovadoras de como as pessoas, grupos sociais, o ambiente(físico, biológico e antrópico) poderão estar incluídos nos processos e Discussão e propostas inovadoras de como as pessoas, grupos sociais, o ambiente(físico, biológico e antrópico) poderão estar incluídos nos processos econômicos, políticos e nos mercados globais com valores e virtudes dissociados do do conceito “capital”, buscando a defesa de valores humanos e naturais https://wsf2018.org/es/membros/acabralrj/ @acabralrj
    ESS 191 en cuales actividades aun sin definir puede ser discutida la campana GI 191 - cuales organizaciones la van a preparar crear de aqui a poco un GA que va albergar una discusion sobre GI191 pero este no es su unica finalidad cuales otros GP se pueden interesar en la campana GI191? ver direcciones en columna V para escribirles mensajes en el sitio GP97 < OK > GI191
    GA325 <?> GI191
    https://wsf2018.org/es/grupos/iniciativa-campana-por-un-curriculum-global-de-la-economia-social-solidaria/ whatsap group inisa3 https://chat.whatsapp.com/8FtaazYm7TS1Pdwx9I00XF invite people in the group 20 comite
    GI191
    Esta Campaña es una iniciativa educativa en economía social solidaria que busca articular planes de estudios, propuestas didácticas, saberes, epistemo Esta Campaña es una iniciativa educativa en economía social solidaria que busca articular planes de estudios, propuestas didácticas, saberes, epistemologías, metodologías, ciencias y prácticas de educación formal, no formal e informal, desarrolladas en todo el mundo, en escuelas, universidades, movimientos sociales, cooperativas, sindicatos, asociaciones, comunidades campesino indígenas y afrodescendientes, en la construcción de una economía justa, sostenible, no capitalista.

    La campaña propone un Currículum Global basado en un núcleo de principios socioeconómicos y prácticas sustentables que resulten pertinentes en todo el mundo y que podrán ser adecuadas a las diferentes necesidades que se presenten en los territorios atendiendo a la diversidad de culturas y costumbres existentes.
    https://wsf2018.org/es/membros/claudia-alvarez/ @claudia-alvarez
    ESS 188 https://wsf2018.org/es/grupos/seguranca-alimentar-e-direito-humano-alimentacao-adequada-e-combate-a-fome/ 5
    comite
    “A Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) compreende a realização do direito de todos ao acesso regular e permanente a alimentos de qualidade, em qua “A Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) compreende a realização do direito de todos ao acesso regular e permanente a alimentos de qualidade, em quantidade suficiente, sem comprometer o acesso a outras necessidades essenciais, tendo como base práticas alimentares promotoras de saúde que respeitem a diversidade cultural e que sejam ambiental, cultural, econômica e socialmente sustentáveis (Art. 3º da Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional – LOSAN).”(SEDESTMIDH) https://wsf2018.org/es/membros/ncaj160475/ @ncaj160475
    sustentabilidade
    184 https://wsf2018.org/es/grupos/associacao-quilombola-de-dom-joao/ orga A Associação Quilombola de Dom João tem como finalidade promover o desenvolvimento sustentável da comunidade remanescente de quilombos de A Associação Quilombola de Dom João tem como finalidade promover o desenvolvimento sustentável da comunidade remanescente de quilombos de https://wsf2018.org/es/membros/joaoras/ @joaoras
    china
    sustentabilidade
    168 https://wsf2018.org/fr/grupos/global-university-for-sustainability/ orga In response to our crisis-ridden epoch, the initiative of Global University for Sustainability (Global U) supports the proliferation of autonomous and In response to our crisis-ridden epoch, the initiative of Global University for Sustainability (Global U) supports the proliferation of autonomous and self-managing local bodies and their interdependent networking for ecological and socio-economic sustainability with justice. Global U will constitute itself as an experimental forum for alternative practices in the production, dissemination and use of knowledge, making possible different modes of relating to one another and to nature other than what is confined by prevailing dominating institutions and practices. Global U will seek to transcend the commodification of knowledge driven by capitalist mechanisms that shape possessive individualistic selves. It hopes to bring together old and new generations of committed people working for ecological justice and socio-economic justice to articulate knowledge produced by experiences in the field, common reflections, and in particular, the wisdoms of the elders, the women, and the communities that defend their commons and rights. It hopes to help cross-fertilize initiatives practiced by organizations and networks to foster further inter-connections, experiment with creative and equitable forms of interacting, networking, and managing the commons. Global U envisions a new sustainable humanity on earth.

    http://our-global-u.org/oguorg/global-university-for-sustainability/
    https://wsf2018.org/fr/membros/sittsui/ @sittsui
    ESS 157 https://wsf2018.org/fr/grupos/combater-as-mudancas-climaticas-para-a-reconversao-economica-e-social-da-economia-fight-against-climate-change-for-economic-and-social-reconversion-of-the-economy/ 12 gt Grupo que quer refletir sobre as mudanças climáticas e o conhecimento da rede, lutas, propostas para uma reconversão social da economia que Grupo que quer refletir sobre as mudanças climáticas e o conhecimento da rede, lutas, propostas para uma reconversão social da economia que https://wsf2018.org/fr/membros/antoniobruno/ @antoniobruno
    ESS 154 https://wsf2018.org/fr/grupos/platform-coop-how-to-build-them-all-together/ gt As you may have noticed, platforms control our life in this 21st century : google, facebook, uber, airbnb, etc… We use them all the time, but the ethi As you may have noticed, platforms control our life in this 21st century : google, facebook, uber, airbnb, etc… We use them all the time, but the ethic https://wsf2018.org/fr/membros/draft/ @draft
    ESS 133 https://wsf2018.org/fr/grupos/fundacion-solon/ orga La Fundación Solón nace en 1994 para preservar y promover la obra y el pensamiento del muralista social boliviano Walter Solón Romero Gonzales La Fundación Solón nace en 1994 para preservar y promover la obra y el pensamiento del muralista social boliviano Walter Solón Romero Gonzales https://wsf2018.org/fr/membros/pablosolon/ @pablosolon
    agricultura 132 https://wsf2018.org/fr/grupos/associacao-veracidade/ orga A Associação Veracidade foi formada no ano de 2012, na cidade de São Carlos – SP, com o objetivo de transformar a realidade a partir dos princípios da A Associação Veracidade foi formada no ano de 2012, na cidade de São Carlos – SP, com o objetivo de transformar a realidade a partir dos princípios da permacultura, da agroecologia e da educação ambiental crítica, apontando para a construção de sociedades sustentáveis e oferecendo alternativas viáveis para esta construção. Temos por missão tornar-se uma ferramenta de organização popular em torno de pautas socioambientais, fomentando a solidariedade, a fraternidade e a justiça; re-ordenando o território urbano a partir de uma outra perspectiva, minimizando os contrastes e dicotomias da relação cidade-campo, demonstrando e potencializando as relações de justa interdependência entre ambos contextos, sendo um laboratório de inovação e experimentação. https://wsf2018.org/fr/membros/djalmaneryarmorzinho/ @djalmaneryarmorzinho
    moradia
    sustentabilidade
    108 https://wsf2018.org/fr/grupos/rede-nossa-sao-paulo/ orga O Movimento Nossa São Paulo foi lançado em maio de 2007 a partir da percepção de que a atividade política no Brasil, as instituições públicas e a O Movimento Nossa São Paulo foi lançado em maio de 2007 a partir da percepção de que a atividade política no Brasil, as instituições públicas e a https://wsf2018.org/fr/membros/americo/ @americo
    moradia
    sustentabilidade
    100 https://wsf2018.org/fr/grupos/programa-cidades-sustentaveis-rede-nossa-sao-paulo/ orga Realizado pela Rede Nossa São Paulo, a Rede Social Brasileira por Cidades Justas, Democráticas e Sustentáveis e o Instituto Ethos, o Programa Cidades Realizado pela Rede Nossa São Paulo, a Rede Social Brasileira por Cidades Justas, Democráticas e Sustentáveis e o Instituto Ethos, o Programa Cidades https://wsf2018.org/fr/membros/zuleica/ @zuleica
    mulheres ESS 98 https://wsf2018.org/fr/grupos/conecta-em-rede-rede-de-cooperacao-solidaria/ este grupo GP98 no estaria interesado por GI191? 14 gt Coletivo de Mulheres que visa o empoderamento feminino por meio da Economia Solidária. Coletivo de Mulheres que visa o empoderamento feminino por meio da Economia Solidária. https://wsf2018.org/fr/membros/glaucemachado/ @glaucemachado
    ESS 97 https://wsf2018.org/fr/grupos/red-educacion-y-economia-social-solidaria/ GP97 < OK > GI191 gt El objetivo de la RESS es brindar herramientas de trabajo para los espacios de formación, capacitación, talleres, encuentros para la reflexión. Está d El objetivo de la RESS es brindar herramientas de trabajo para los espacios de formación, capacitación, talleres, encuentros para la reflexión. Está dirigido y https://wsf2018.org/fr/membros/claudia-alvarez/ @claudia-alvarez
    alternativas
    92 https://wsf2018.org/fr/grupos/fundacao-rosa-luxemburgo/ orga Organização política não partidária que trabalha com direitos humanos, meio ambiente e alternativas ao desenvolvimento hegemônico. Organização política não partidária que trabalha com direitos humanos, meio ambiente e alternativas ao desenvolvimento hegemônico. https://wsf2018.org/fr/membros/rosalux/ @rosalux
    sustentabilidade
    66 https://wsf2018.org/grupos/comun-tierra/ orga Común Tierra é um projeto de difusão e educação sobre comunidades sustentáveis na América Latina (do Brasil ao México), iniciada em maio de 2010. Dura Común Tierra é um projeto de difusão e educação sobre comunidades sustentáveis na América Latina (do Brasil ao México), iniciada em maio de 2010. Durante 6 anos viajamos, visitando e trabalhando com comunidades sustentáveis, ecovilas e centros de permacultura documentando e compartilhando suas idéias, técnicas e ferramentas com enfoque sustentável que podem ser multiplicadas pelo mundo. Viajamos em um motor-home (a Minhoca) equipado com várias eco-técnicas, que serve como demonstração de sustentabilidade e como mídia itinerante (realizando um cinema aberto com energia solar) durante a viagem. Toda esta informação está compartilhada livremente: nos meios sociais criamos guia e mapa multimídia (com fotos e vídeos) de projetos ecológicos da América Latina, produzimos mais de 75 vídeos educativos trilingues sobre técnicas de sustentabilidade e resiliência, além de fazer fornecer de workshops e oficinas educativas sobre diversos temas comunitários e de sustentabilidade em diversos países que recorremos. Site: http://www.comuntierra.org

    https://wsf2018.org/fr/membros/letirigatti/ @letirigatti
    brasil politicaspublicas agricultura 44 https://wsf2018.org/grupos/agricultura-familiar-e-politicas-publicas/ GT Discussão sobre às políticas públicas direcionadas a agricultura familiar. Discussão sobre às políticas públicas direcionadas a agricultura familiar. https://wsf2018.org/fr/membros/ronyoliv/ @ronyoliv
    BrasilSP academico ESS 23 https://wsf2018.org/grupos/netes-unifesp-nucleo-educacional-de-tecnologia-social-e-economia-solidaria/ orga O NETES é um Programa de Extensão da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) existente desde final de 2011. O Programa de Extensão NETES se caract O NETES é um Programa de Extensão da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) existente desde final de 2011. O Programa de Extensão NETES se caracteriza como um espaço de Aprendizagem Social (AS) em Tecnologias Sociais (TS) e Economia Solidária (ES) – tanto para apoio e intercâmbio com iniciativas já existentes como para a criação e estímulo as novas práticas com esses preceitos.

    https://wsf2018.org/membros/luciana-ferreira/ @luciana-ferreira
    brasil ESS 21 https://wsf2018.org/grupos/unicopas-uniao-nacional-das-organizacoes-cooperativistas-solidarias/ y este grupo GP21 con GI191 ? orga particular A Unicopas (União Nacional das Organizações Cooperativistas Solidárias) foi criada em 2014, durante o I Encontro Inter-Organizacional do Cooperativism A Unicopas (União Nacional das Organizações Cooperativistas Solidárias) foi criada em 2014, durante o I Encontro Inter-Organizacional do Cooperativismo Solidário. @Reúne as quatro grandes organizações nacionais do cooperativismo solidário – UNISOL Brasil (Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários do Brasil), Unicafes (União Nacional das Cooperativas de Agricultura Familiar e Economia Solidária), CONCRAB (Confederação das Cooperativas de Reforma Agrária do Brasil) e Unicatadores (União Nacional de Empreendimentos de Catadores e Catadoras de Matérias Recicláveis do Brasil). @A UNICOPAS tem como objetivo atuar pela concepção do cooperativismo solidário no Brasil e o desafio de representar nacionalmente cooperados de agricultura familiar e economia solidária. @Cerca de 2.600 cooperativas do campo e da cidade, representando 850 mil associados, estão reunidas pela UNICOPAS, que trabalha com as pautas da Lei Geral do Cooperativismo, legislação tributária, políticas públicas para a economia solidária, registro das cooperativas nas juntas comerciais e regulamentação das cooperativas de trabalho. pas d acces pas d acces
    brasil ESS 20 https://wsf2018.org/grupos/unisol-brasil-central-de-cooperativas-e-empreendimentos-solidarios-do-brasil/ y este grupo GP21 con GI191 ? orga particular UNISOL BRASIL A UNISOL Brasil é uma central sem fins econômicos que reúne cooperativas, associações produtivas e empreendimentos solidários de todo o UNISOL BRASIL A UNISOL Brasil é uma central sem fins econômicos que reúne cooperativas, associações produtivas e empreendimentos solidários de todo o Brasil na construção de um modelo de desenvolvimento impulsionado pela eficiência econômica, pela eficiência social e pela sustentabilidade ambiental. @ NOSSO COMPROMISSO Defesa e a participação no processo de transformação da sociedade brasileira pelos valores da democracia e da justiça social pela via da construção de modelos alternativos de produção e associação de trabalhadores e trabalhadoras. @MUITAS HISTÓRIAS A UNISOL surge no ano 2.000, com a abrangência incialmente restrita a São Paulo, inicialmente com o objetivo de apoiar a recuperação de empresas em processo de falência por meio da criação de cooperativas com seus trabalhadores e trabalhadoras, que passavam a assumir a gestão dessas empresas e fábricas falidas.
    Quatro anos depois, percebe-se que o tema do cooperativismo deveria ter abrangência nacional e englobar mais setores econômicos. Em 2004, a UNISOL torna-se nacional, atuando em diversos setores econômicos com a missão principal de ajudar a desenvolver a economia solidária no Brasil. @Hoje a UNISOL Brasil conta com cerca de mil empreendimentos filiados em todo o país, atuando nas áreas de agricultura familiar, confecção e têxtil, artesanato, construção civil, reciclagem, metalurgia e polímeros, fruticultura, apicultura, alimentação, turismo, cooperativas sociais, dentre outras.@O QUE FAZEMOS A UNISOL Brasil organiza, representa e articula, de forma ampla e transparente, as cooperativas, associações produtivas e outros empreendimentos autogestionários da economia solidária, resgatando e promovendo a cooperação, a igualdade social e econômica, a dignidade humana e o desenvolvimento sustentável:@– Articulação para estabelecimento e manutenção de políticas públicas e parcerias voltadas ao fortalecimento da economia solidária, em nível federal, estadual e municipal.
    – Busca de espaços e estratégias para comercialização da produção dos empreendimentos, associações e cooperativas.
    – Representação dos empreendimentos, cooperativas e associações em fóruns de discussão políticos e sociais, nacionais e internacionais.
    – Intercâmbio e relacionamento com centrais e movimentos similares em diversas partes do mundo.
    – Consultorias, assessorias e Formações para empreendimentos, associações e cooperativas de diversos tipos e segmentos econômicos.
    – Promoção de ações afirmativas, englobando ações de equidade racial e de gênero, além do fomento ao cooperativismo e à economia solidária com e para as juventudes.
    https://wsf2018.org/fr/membros/annegss/ @annegss

    EXPLICACOES

    Para ver los 325 grupos https://docs.google.com/spreadsheets/d/1GMsl2D6vxYwbaiHVlcmxrms5UH1CYtELunjR5SWdWSw/edit?usp=sharing  
    y buscar dir-grupos" 

    En la tabla acima  mirar 

    Cada grupo tiene un numero columna E en rojo es el numero cronologico  de creacion del grupo de 1 a 325

    ES una tabla con 30+ grupos seleccionados : columnas ABC en amarillo muestran los temas asociado al grupo que han hecho que este en este mapeo ( estas clasificaciones siempre son problematicas pero el sitio actual no visibiliza ninguna  - siempre pueden copiar y pegar la lista y hacer sus clasificaciones) 

    El mapa esta entre las columnas E y L permite preguntarse si los grupos GA GP GI  pueden tener relaciones relevantes entre ellos

    En columna R esta el texto descriptivo de cada grupo : la lectura de R para un determinado grupo GP  permite tener una opinon si este GP va se interesar para  una actividad GA  o una iniciativa  GI Si les parece que si ,  pueden mandar mensaje de inivitacion   a los admins de este grupo 

    Ver no alto de columnas R S T  para mandar mensajes a la gente mediante el sitio

    En columna H y J estan las posibles notas y preguntas que se pueden hace  si tal grupo se interesaria para tal actividad o iniciativa 

    • desde el perfil de uno, uno puede enviar mensaje pero solo a sus amigos
    • pulsar en esta columna para entrar a la pagina de la persona y enviar le un mensaje publico o privado
    • para escribir ir a varias personas a la vez desde un grupo del cual uno es miembro e usar varios de estos nombres @xxxx